FANDOM


5---The-Hierophant

Arcano Maior do Tarô clássico: 5 - O Hierofante (Hierophant).

"O Hierofante"
 é a carta representada pelo número 5 dos Arcanos Maiores no Tarot clássico. Em alguns lugares do mundo, esta carta é conhecida como "O Papa", ou Pontífice, visto a relação entre seu significado e a elucidação intelectual que estas figuras arquetípicas representam. Em suas aparições, essa carta vem representando o arcano da elucidação, da competência, do ensino, da lei, filosofia, religião e outros valores como moralidade, dever e consciência.

SignificadosEdit

Dentre os diversos significados conhecidos e atrelados a esta carta, estão:

  • Leis e Apreço;
  • Perseverança e Competência;
  • Masculinidade e Elucidação;
  • Aprender influências superiores;
  • Juízo derivado do saber;
  • Reconhecer a ordem e coacção de terceiros;
  • Partilhar princípios e ideais.

Possíveis interpretaçõesEdit

A carta do Hierofante mostra um homem com sua mão direita levantada, este é um símbolo esotericamente conhecido como uma forma de bênção, com dois dedos apontados para o alto e os outros dois para baixo, assim, formando uma ponte entre o paraíso e a Terra. O Hierofante sempre representa pessoas que são mais religiosas do que materialistas.

Até mesmo seu cenário de fundo tem algo a dizer: as duas pilastras atrás do Hierofante representam a Ordem e a Liberdade; dois conceitos muito estimados e passados pela significação dessa carta. Em suas diversas significações, o Hierofante também traz valores como a benevolência e perdão, além de servir como um guia para os desesperados.

A sua utilização do conhecimento para o ensino e a aplicação dos seus valores tradicionais nas suas actividades indica que poderá alcançar a sabedoria divina e que o seu “eu” interior poderá ter a indigência de se expor e manifestar. No caso de a carta ser lançada num sentido negativo poderá manifestar o mau uso dos seus conhecimentos ou a sua dificuldade em aprender.

A carta “O Hierofante” descreve a intervenção de alguma pessoa que está a agir de uma forma convencional e que deve seguir o seu rumo com a ajuda de um conselheiro ou intermediário. Outra possibilidade é o facto de esta carta o estar a avisar que deve ser mais humilde e submeter-se a determinadas regras da sua vida que tem vindo a ignorar. De uma forma geral, esta carta precipita-o para aceitar melhor os princípios e ideias dos outros, ajudando-o a compreender melhor as influências superiores que intervêm no seu rumo espiritual.

HistóriaEdit

O Arcano V é uma das figuras que permitiram precisar com maior exatidão a antiguidade do Tarô, já que seus detalhes iconográficos remontam a um modelo perdido em que se inspirou necessariamente o desenho de Fautrier (Tarô de Marselha).

Em primeiro lugar, é preciso destacar que o Pontífice do Tarô de Marselha é geralmente barbudo, enquanto seus precursores renascentistas e medievais não o são. Há estudos que estabelecem uma curiosa cronologia da moda papal neste aspecto. Torna-se assim evidente que o tarô clássico copia um modelo mais antigo que não chegou até nós, mas que assegura a continuidade evolutiva do Tarô desde os imagiers du moyen age até a atualidade.

Outro detalhe interessante é o da evolução da tiara papal na iconografia do Tarô. A tiara (com seu simbolismo sobre a existência dos três reinos ou mundos) não é um elemento litúrgico que permaneceu invariável ao longo da História. Boa parte dos estudiosos tende a concluir que as composições das tiaras representadas no Tarô clássico foram inspiradas em gravações bem anteriores ao final do século XV, possivelmente dos fins do primeiro milênio.

Arcano da capacidade adivinhatória, da intuição filosófica, do conhecimento espontâneo, o Hierofante simboliza também (por seu número) o homem como intermediário entre a divindade e o plano das coisas criadas. A soma destes simbolismos permite associá-lo ao mediador por excelência, o pacifista, o construtor de pontes, o que encontra a saída para situações aparentemente insolúveis, mediante um luminoso clarão intuitivo.O Hierofante também é visto como representante da lei moral, não escrita, que domina a consciência e, no setenário que as pontas da sua cruz organizam, as virtudes necessárias para vencer os sete pecados capitais:

  • Orgulho (Sol), Preguiça (Lua),
  • Inveja (Mercúrio), Cólera (Marte),
  • Luxúria (Vênus),  Gula (Júpiter) Avareza (Saturno). 

Alguns autores o imaginam um ancião pleno de indulgência para com as debilidades humanas, pontificando ante duas categorias de fiéis: aqueles que compreendem (representados pelo personagem com a mão para o alto); e os que formam o rebanho cego e inconsciente que obedece por temor ao castigo, e não por autodeterminação (representados pelo personagem que aponta a mão para o chão). Estas combinações (alto e baixo, direita e esquerda) voltam a colocar a ordem do quaternário como modelo de organização. Considerado do ponto de vista do quaternário formado pelos arcanos anteriores, o Hierofante representaria o conteúdo da forma, a quintessência concebível (se bem que imperceptível), o domínio da quarta dimensão.[1]

ReferênciasEdit

  1. http://www.clubedotaro.com.br/site/m32_05_papa.asp

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.