FANDOM


Elysiumguia2

Episódio 1 - Alem-MuralhaEdit

- A introdução mostra a cidade de Elysium e conta sua história, indo para a realidade dos personagens jogadores.
Muralha
Code, o engenheiro, está em sua guilda que acabou de lhe mandar em uma expedição para o Alem-Muralha por ter sido o engenheiro enviado. Longe dali, do alto de um prédio, Raddos observa um papel que o manda ir na expedição atrás do Publicitário. Mostra então Dueror, o último da lista para partir rumo ao Alem-Muralha, cujo objetivo é desconhecido.

- O grupo então vai em um comboio de dois caminhões. Tudo segue naturalmente, até que de repente anoitece. O primeiro caminhão sofre um acidente: Uma árvore surge misturando-se a cabine do caminhão e matando seu motorista. E, instantes depois, um buraco surge debaixo do caminhão em que o grupo estava, causando um acidente.

- O trio acorda horas depois e todos sumiram. O caminhão está virado e eles estão no fundo de uma cratera. Ao vasculhar o caminhão, há corpos de outros viajantes. A viagem deu errado. Code lança seu braço mecânico numa árv
Alemmuralhahigh
ore próxima e auxilia Dueror e Raddos a saírem. Lá fora, encontram um dos passageiros. Ele está estranho e, aparentemente, matou os outros membros da viagem com um pé de cadeira arrancado - mas de onde teria vindo tanta brutalidade? O homem é alvejado e mesmo assim se ergue. Então os heróis descobrem os Raivosos, vítimas de alguma doença presente no Alem-Muralha que transforma gradativamente humanos em canibais com habilidades super-humanas e os torna extremamente hostis. No desespero da situação, Code lança uma granada e isso atrái mais deles.

- Um grande número de raivosos surgem e um inclusive morde Dueror, mas tem seus dentes quebrados graças à estrutura de diamante do golem. Eram humanos que se perderam para sempre naquela floresta e seus corpos eram cheios de feridas, algumas mortais, mas eles continuavam vivos. Na fuga, os heróis acham uma velha cabana perdida na floresta - ruínas de obras antigas no Alem-Muralha, visando expandir a cidade. Lá há o Publicitário, com uma pá, amedrontado. Raddos acertou o homem mortalmente com uma faca de thumb|266px|link=File:Raivosos.jpgarremesso, mas Dueror o cura com sua terapia de cristais. Eles encontram uma lanterna, que se tornará um dos itens mais importantes dali para frente. Isso desencadeou uma discussão, Code não concorda com a ação de Raddos de atacar um inocente e Raddos se mostra hostil ao Code e Dueror, neutro, intervem na briga acalmando os ânimos.

- De repente, um barulho de algo vindo do céu chama a atenção de todos. É aí que um trem cai do céu, em cima do Publicitário e depois tendo seus vagões desmoronando na cabana, que termina destruída também. Isso definitivamente prova que há algo MUITO errado com esse lugar. Raddos pega a mão do morto esmagado e a guarda, eles seguem rumo à leste. - No desfecho, Code ia esbarrar nos espinhos de rosas roxas, mas é advertido por Raddos que por algum motivo a reconhece como uma planta venenosa usada por assassinos ao redor do mundo. O grupo continua rumo a um desconhecido destino.

Decisões tomadas:

  • O Publicitário foi atacado.
  • Seguiram para leste.

Transmitido em: 16/05/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 2 - O hotelEdit

- Durante sua fuga, o grupo encontra outros dois sobreviventes que estavam no outro comboio: O violinista (que aparentemente não sabe tocar violino, deixando isso bem claro enquanto atacava as cordas de seu instrumento) Galeazzo e o jovem aspirante a diplomata Len. Eles se unem ao grupo, sob os olhos vigilantes dos outros três.

- Com a aproximação dos raivosos graças ao barulho da locomotiva que caiu do céu, o grupo encontra abrigo no Hotel, uma construção no meio da floresta. São todos bem recebidos lá, mas a mobília e as roupas são de 500 anos atrás, o que desperta curiosidade do grupo, mas que no desespero acaba topando.
Len

- Logo ganham corpos e Len é o primeiro a ir até o seu, os outros comem suas próprias comidas e conversam com o guarda do local e a dona daquele estabelecimento. Ela diz que aquele lugar é uma sociedade dos que sobreviveram aos males do Alem-Muralha, mas que não conseguiram voltar para casa. Code e Raddos brigam novamente, quando Code tenta pegar a mão do publicitário das coisas do misterioso El'Zel por não concordar que ele fique com a mão.

- Durante a noite, o grupo é acordado por gemidos. Eles vem do quarto de Len. Ao arrombar a porta, o garoto está preso à correntes com espinhos em sua cama, submetido à instrumentos de tortura. Botas com espinhos interiores fincados em seus pés, lâminas dilacerando sua carne e outros instrumentos de tortura. Mas ao invés de dor, o garoto está sentindo prazer. Seu sangue esvai-se, caindo por baixo da cama.

- A senhora dona do hotel surge e diz que ninguém poderá sair vivo de Elysium, então que seria melh
O Hotel
or que ficassem ali para sempre presos em suas camas vivendo um sonho lucido. O Hotel se alimenta de dor e em troca os torturados viveriam numa espécie de sonho onde viveriam em um mundo de maravilhas, sucumbindo aos seus desejos, até que pudessem desprender e materializar suas consciências se tornando mais um habitante daquele sombrio lugar. Ao negar, o grupo é atacado por todos, fugindo por uma escotilha próxima da cozinha.

- Na fuga, o grupo desce por uma escada de mão, um a um, em grande desespero. Code, ficando para trás, lança seu pé robótico em direção aos habitantes do hotel e se jogando pra trás no impulso, caindo no buraco e então lançando sua mão para se segurar na escada. O grupo consegue chegar a uma espécie de subsolo, de mina, e um dos habitantes do hotel lança um machado que acerta o ombro de Galeazzo.

- A lanterna se faz útil iluminando o fétido subsolo. Há, na parede, os dizeres de que não há petróleo ali. Logo os heróis começam a entender que aquele lugar atrái, ao longo dos séculos, pessoas que sucumbiram aos seus sentimentos como ganância ou medo. Seguindo pelo único caminho disponível, eles chegam numa sombria piscina de sangue. O sangue vem de canos no teto, das várias vítimas nos quartos, como Len. Mergulhando no asqueroso lago, eles podem ver estatuas estranhas esculpidas na parede do lugar e, em uma delas, há um registro para os canos, que é fechado. Aí o sangue é escoado por uma escotilha e revela-se um velho nu, provavelmente o que escreveu sobre o petróleo, lambendo a parede compulsivamente com sua lingua despedaçada.

- O grupo foge pela escotilha, chegando a um berçário. Há vários esqueletos de bebês em seus berços, mortos de jeito diferente, mas há um bebê vivo. E uma porta de saída. O bebê alimenta-se do sangue de todas as vítimas do hotel. Diversas veias formam uma mangueira, levando o sangue até a mamadeira do infante. No desespero da fuga, Code atira contra o bebê, matando-o. Após isso, o grupo foge. A porta leva até Elysium, que já ficou de dia, saindo no meio do nada. Ao olhar para trás, a porta desapareceu e o hotel só se mostrou como ruínas queimadas.

- No desfecho, sem que o grupo soubesse, uma entidade chamada O Pai coloca outro bebê em outro berço, pegando a mamadeira de sangue e dando a ele. Essa entidade engravida todas as mulheres adormecidas no hotel, através dos sonhos, e põe seus filhos para tomar o sangue do hotel. Seus motivos e intenções são desconhecidas, mas parece que embora os heróis tenham sobrevivido ao ocorrido, a maldição continuará para sempre...

Decisões tomadas:

  • Os heróis não ficaram no hotel, ao contrário de Len.
  • O bebê foi morto.

Transmitido em: 22/05/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 3 - A festaEdit

- A introdução mostra um samurai do Neo-Japão em um barco. Uma mandala presa à sua espada começa a brilhar e, de repente, ele desaparece.

- Galeazzo perdeu seu violino, Code faz outra prótese. Caminhando pela
Lago2
floresta ensolarada, o grupo escuta um barulho já conhecido: O mesmo de quando o trem apareceu. É nesse momento que uma embarcação surge em um lago próximo, do nada. E dentro dele, há um samurai. O grupo decide ajudar, mas logo descobrem estar no Lago dos Afogados, um lugar onde todos os mortos ficam amontoados em seu fundo e quando algo vivo os toca eles acordam de seu torpor para agarrar a vítima e puxá-la para seu eterno castigo. No entanto, o grupo usa suas habilidades e conhecimentos para auxiliar no resgate do samurai, que se revela Yatatso (DESTINOOOOOOOOOOOO). Mesmo com este homem querendo seguir sozinho, ele acaba optando por caminhar junto do grupo.

- Buscando uma saída e com a luz do dia, o grupo pode ver quantos corpos estão espalhados pelo lugar, quantas pessoas acabaram morrendo tentando se salvar e isso os deprime e amedronta. Mas em meio a tanta coisas ruins, o grupo encontra a Nave do Missionário. Ela está caída no meio das árvores e do seu lado um esqueleto com um manual velho bem preso às mãos - era o piloto, que morreu defendendo aquilo que logo se revelou ser um livro de operações mostrando que a nave não só está em boas condições para voar, mas que aparentemente há espalhado pelo Alem-Muralha todas as peças para reposição que ele rastreou antes de morrer e nunca teve tempo de resgatar. O grupo começa a ouvir o som de mil abelhas e...

SagasLogo
- A cena começa a mostrar, pela primeira vez, o outro lado. A nossa realidade. Revela-se que os jogadores (exatamente os jogadores, interpretando eles mesmos) sonham com alter-egos. Eles descobrem por meios diversos que um tal Instituto Sagas está reunindo todos os que passam por isso, e assim eles rumam para o Rio de Janeiro em busca da resposta. Indo até a matriz do Instituto, em Niterói, eles se encontram em uma sala de espera repleta de pessoas. Como só há atendimento uma vez por semana, às quartas, o lugar estava unindo todos. Era preciso pegar uma senha e então esperar a vez para ser atendido, no entanto só seria atendido quem conseguisse abrir uma porta pra sala de atendimento. A maioria não ia conseguindo e um valentão até tentou derrubá-la, mas misteriosamente um dente dele caiu. Apenas os heróis conseguem, junto da
Sagas
misteriosa e atraente Patricia.

- Entrando na sala, que lhes dá uma sensação estranha, eles encontram Alexandre Sagas que revela que estes sonhos mostram um outro lugar, em um outro tempo. O grupo se surpreende ao descobrir que todos sonharam as mesmas coisas, com as mesmas pessoas e lugares. Sagas diz que eles estão absorvendo os conhecimentos e poderes de suas personas e prova isso atacando Vittor Hugo (Code) com um machado de incêndio, e Vittor escapa com habilidade da investida. Patricia, assustada com tudo isso, se retira do lugar.

- N
Dreamingfesta
a mesma noite eles são convidados a irem numa festa na Lapa, para conhecer outros Sonhadores e a sociedade secreta que existe por trás da realidade. Eles são levados por Bruno, um dos pupilos de Sagas, até a festa Dreaming. Lá lhes são apresentados vários figurões que são, também, sonhadores, mas bem mais poderosos. A boate tem mulheres dançando em gaiolas, música alta, membros de motoclube, góticos, gente estranha, luzes vermelhas. - Uma mulher anda acompanhada de dois modelos fortões que são seguranças (e provavelmente amantes), ela é a Aranha. Uma artista que supostamente desenvolveu a imortalidade e atua na mídia, na moda e afins. Bruno não sabe ao certo sobre ela. Então, um pirralho frágil passa no meio de todas aquelas pessoas, é o Tecnocrata, um
SenhoresLogo

Bandeira dos Senhores

grande sábio da técnologia que é requisitado pelos sonhadores para fazer serviços apenas por sombrios fóruns da internet. Os Refugiados, um grupo de jovens violentos e com graves problemas de identidade, liderados por Ivo e seus dois capangas irmãos gêmeos Uno e Duo. E, por último, Os Senhores, magnatas poderosos engomadinhos
Refugiados

Emblema dos Refugiados

e manipuladores que, por algum motivo, tentam destruir todas as igrejas. É liderado por um trio (Lion e outros dois de nome desconhecido) que atuam desde a área financeira, passando por sindicatos e indo até o ramo imobiliário. Uma sexta por mês, eles se reúnem nessa festa por motivos desconhecidos. Sagas é mais uma das "bandeiras" de sonhadores no Rio de Janeiro.

- Uno e Duo surgem de repente, querendo saber porque Bruno os olhava tanto. Os dois skinheads desmaiam o homem enfiando a cabeça dele no balcão do bar e avançam para os heróis. É nessa hora que Patricia surge de repente e os ataca, dando oportunidade para os heróis fugirem. Na fuga, eles acabam indo parar no meio dos Senhores, lugar que os irmãos gêmeos não ousam se enfiar. Temendo serem punidos por isso, resolvem fazer um favor aos homens, sendo levados até um quarto nos fundos da boate para fazer sexo com mulheres em frente a uma camera. Exceto Rafael Melo (Yatatso) e Vittor Hugo (Code) não participam. Um vídeo é gravado, mas ao sair da farra descobrem que Bruno foi espancado e largado na rua. Os Refugiados vão embora rindo, em sua pickup militar.

- O desfecho mostra Patricia vagando sozinha pelas ruas, Bruno sendo levado para o hospital com os heróis na ambulância e uma fita do que aconteceu na boate sendo guardada com a etiqueta "Sagas".

Decisões tomadas:

Transmitido em: 30/05/13 Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 4 - O quarteto Edit

- A introdução mostra um grupo recebendo uma missão em uma limousine que percorre Elysium. Eles topam o trabalho. Parece um grupo de assassinos que faz justiça com as próprias mãos, embora suas reais intenções permaneçam desconhecidas.

- O grupo decide ir atrás do item P. Cannon, uma parte opcional da nave para dar funcionamento ao
Ruinas Nave Guerra

Visão da parte frontal da Nave

canhão.
O grupo descobre que o piloto que morreu era um missionário, voando até Elysium para ajudar sobreviventes e acabou encontrando a morte. Enquanto seguiam para a Nave do Vale, o grupo passou por um bosque repleto de mortos (muitos presidiários, inclusive) enforcados em cipós. Então, quando tentaram passar, as árvores lançaram grossos cipós para prender os heróis e enforcá-los, mas todos conseguem fugir a tempo.

- Ao escapar desse perigo, são aplaudidos por alguém. Um samurai cangaceiro, com um diferente sotaque. É Gonzo, que parte rumo às ruínas no vale também em velocidade tremenda, deixando uma pilha de bestas mortas e fatiadas. Isso preocupa o time.

Gonzoface
- Chegando nas ruínas, a parte superior de uma nave de guerra acidentada, o samurai já invadiu o local e, numa poderosa pisada, se lançou até o topo da construção subindo diversos andares através de um buraco que leva até o andar mais alto. Assustador! Code cria um item capaz de rastrear vida próxima, usando seus conhecimentos e itens de reposição. Os cinco vão subindo pela escada e encontram uma porta fechada, que é aberta com ajuda de Yatatso, enquanto o grupo sobe, mas é interceptado por uma Minhoca Gigante. O grupo consegue fugir sem batalhar.

- Chegando no topo, eles encontram Gonzo que espera uma nave de resgate. Os heróis tentam convencê-lo a ir juntos, mas o samurai não permite, ainda que os trate com gentileza. Na hora de partir, no entanto, os outros amigos de Gonzo dizem que os heróis devem morrer por terem visto o grupo e descoberto seus nomes, então Code diz que eles não sabem o nome de nenhum deles. O ninja de óculos escuros toma a frente e fala o nome de todos, é Teita, que pega a luta contra os cinco.

- Uma luta difcil tem início, ninguém consegue acertar o forte ninja que parece capaz de lidar com todos, inclusive cortando um velho canhão da nave. No entanto, um erro do inimigo e ele acaba caindo dentro da nave, onde a minhoca gigante estava. Gritos são ouvidos e todos acreditam que ele foi eliminado pela Minhoca Gigante, fazendo os inimigos ficarem apreensivos. Mas então, no crepusculo, Teita ergue-se exausto arrebentando a nave, mas carregando nas mãos o animal e o usando de chicote. A luta prossegue e encontra seu ápice quando Galeazzo faz garras enormes saírem do chão e golpearem seguidas vezes o ninja acompanhados de gritos abissais, deixando todos perplexos.
Teitaface

- Teita cai ferido e Vargan, um grandalhão de força descomunal, salta de sua nave para ajudar o amigo. Teita não aceita ser salvo e ergue-se, sangrando, jurando lutar até o fim. Vargan tenta fazê-lo parar, mas ele impede e manda o fortão sustentar a arena com sua força para que a luta termine e aí sim a real batalha começa, e muito mais sangrenta. O desfecho do duelo se desenrola, com a luta terminando entre Dueror e o ninja, que tenta fatiar o samurai com um shuriken enorme feito de energia e o golem, que dá um disparo quase fatal no oponente.

- Gonzo intervem, fazendo sua katana assumir uma forma estranha, como que se fosse feita de carne. Ele golpeia ambos com a arma, curando ambos com seu poder capaz de modificar o fluxo sanguíneo e a ação das células. O grupo parte, deixando os heróis para trás, mas não antes de condenar a construção fazendo ela entrar em colapso. O grupo foge com sucesso, levando o item que buscavam.

- O desfecho mostra Garius falando que sabe o que Gonzo fez. Gonzo colocou um verme dentro de Dueror com sua espada, capaz de atrair todos os monstros de Alem-Muralha para cima deles. Gonzo, de alguma forma, se interessou por aquele grupo. Viu potencial neles, e quer ver se eles conseguem passar desse teste que se antes já era difícil, agora é muito mais - e se sobreviverem, o samurai não escondeu o interesse em fazê-los integrantes de seu grupo. Mas, como isso seria muito difícil, é como se eles já estivessem mortos de toda forma.

Decisões tomadas:

  • O grupo conseguiu vencer Teita.

Transmitido em: 05/06/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 5 - Escolha e consequênciaEdit

- A introdução mostra uma cena extra da Guerra Vermelha, um capítulo da história de Elysium em que o exército, há quase 3 mil anos atrás (precisamente em 3705, quando o ano do RPG se passa em 6000) invade o Alem-Muralha para dominá-lo e uma névoa faz os corpos de todos os soldados se misturarem, sugerindo que ao longo dos anos muitos corpos foram unidos formando uma fera que se arrasta através dos milênios buscando corpos para se unir.

- O grupo retorna ao acampamento, onde está a Nave do Missionário e dali partem para pegar o próximo item: O E. Balancer. Segundo o manual, o item estava em uma nave presa a um penhasco. Para chegarem até lá, antes eles atravessam um pantano e encontram uma bifurcação: Uma estrada leva até uma cabana com o combustível, e outro caminho até o penhasco. Há diversos sinais estranhos nos arredores, usado por caçadores. Chegando até o penhasco, o grupo quase morre acidentalmente quando um pedaço dele desaba, deixando Dueror branco de poeira. A nave repousava no fundo de um precipício, impossível de se resgatar. No entanto, as marcas em árvores e pedras sugeriam que alguém esteve ali. Eles se sentiam observados.

- Pegando o outro caminho, o grupo encontra a cabana mas sente que há armadilhas em todos os caminhos que levam até ela. Os cinco estavam certos: Os dois trajetos mais evidentes, o lamaçal e uma estrada por um bosque, estavam repletos de mortais armadilhas. Não demora e descobrem que há uma catapulta no lamaçal que os arremeçaria longe, e as árvores do bosque eram de mentira, sendo na realidade um sistema fantástico esculpido em madeira que arremessava farpas venenosas. Os heróis descobriram isso quando Yatatso derrubou uma das árvores e descobriu o sistema ao abri-la. Definitivamente, há alguém vivo na cabana.

- Raddos quebra a madeira para fazer um escudo e uma chuva de farpas é lançada, por um triz Raddos não é pego. Assim, com o corpo de diamante de Dueror e o escudo, a armadilha é gasta até o máximo e todos atravessam até a cabana. Dueror vai até a porta para chamar pelos seus donos, mas era uma outra armadilha: Um buraco se abre e o golem cai em um poço. Raddos, enquanto isso, descobre uma passagem secreta que leva até a casa: Uma escotilha que leva a um corredor, saindo dentro da casa.

- Invadindo a Cabana do Caçador, o grupo é surpreendido por Rutz, um velho e poderoso caçador que se perdeu no Alem-Muralha com sua família e agora cuida dos netos que restaram, sendo quando morava na cidade, apenas um escultor especializado em madeira que caçava por hobbie. Ele ordena que todos vão embora e o grupo argumenta, dizendo que precisam do combustível. No entanto, é o combustível e o E. Balancer (mostrando aí que, quem pegou o item na nave, foi Rutz) é o que os mantém vivos e longe dos monstros, mantendo as armadilhas.

- Galeazzo, de repente, surge com um dos netos do velho nas mãos, apontando uma arma para a cabeça dele. O clima fica pesado e Yatatso acerta a arma de Code. Em meio a confusão, ainda depois de alguns membros do grupo terem se afastado da cena, outro garoto identico ao que Galeazzo tem como refem surge do lado de fora, revelando que um deles não é real. A mesa vira e Galeazzo, assim que o garoto que segurava desaparece revelando ser uma ilusão, acaba virando refem, e Raddos do lado de fora pega como refem o outro garoto que surge. O resto do grupo aproveita o tempo para resgatar Dueror.

- Dueror caiu no poço e destruiu os espinhos com seu corpo, se fosse qualquer outro membro, não teria salvação. Code rapidamente constrói uma polia e com a força do samurai, começa a puxar o pesado golem. Raddos liberta o garoto, Rutz liberta Galeazzo. A casa é fechada, o grupo se afasta e Raddos encontra onde está o combustível e o E. Balancer: Está no alto de um pinheiro que, claro, é uma armadilha: Ao ser tocada, a árvore libera de seu interior espinhos mortais. Dueror decide escalar a árvore, mesmo se ferindo com esses espinhos que, diferente dos outros, são bem mais fortes e potentes. Os itens são resgatados e o grupo vai embora, mesmo que isso condene o caçador e sua família. Galeazzo, dessa vez, com um novo violino, toca divinamente e cura todo o grupo misteriosamente.

- Enquanto iam embora, Raddos rouba uma granada de Code sem que ele perceba e lança na casa, fazendo com que ela exploda e entre em colapso possivelmente matando todos dentro dela, surpreendendo a todos.

Decisões tomadas:

  • Decidiram pegar os itens que mantinham o caçador e sua família em segurança.
  • Atacaram Rutz.

Transmitido em: 13/06/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 6 - Explorando o porão do diaboEdit

- A introdução mostra alguém, em nossa realidade, aparentemente lidando com super poderes e autoproclamando como o "Novo Cristo". Esse alguém usa uma máscara de gás e roupas militares, e decide salvar a população do crime.

- O episódio começa em nossa realidade e Hérico (Galeazzo) foi embora após os acontecimentos da boate. Logo, Sagas mostra ao grupo um vídeo deles tendo relações sexuais com o... Vento. Parece que os Senhores pregaram uma peça neles. Sagas explica que mantém uma relação amigável com eles justamente por não saber o que eles planejam, e conta que eles criam ilusões e estão por trás, provavelmente, de muitas questões políticas do país por conta desse dom que aprenderam. Foi revelado que esse grupo também se esforça para manter em segredo a existência dos sonhadores, impedindo que a verdade chegue ao público usando todos os meios possíveis e, assim, suprimindo qualquer evento estranho que aconteça na sociedade. E, com o Brasil em protestos, não seria diferente dessa vez, até mesmo fizeram aparecer um meteoro no céu (provavelmente por pura brincadeira). Mas não é isso que exatamente chama a atenção, mas sim alguém que conseguiu espancar a tropa de choque e nem os Senhores conseguiram ocultar isso. Marcos (Dueror) dá a Alexandre Sagas o seu diário em um pendrive, contando todos os feitos de Dueror.

- O grupo escolhe ir até o protesto no centro de Niterói e, ao chegar lá, veem um máscarado (máscara de gás) e roupas militares fazendo coisas sobrehumanas, como lançar homens para o alto, em total descontrole. Uma cena mostra que Cristo, como é chamado, perdeu o controle ao passar em frente de uma loja de armas (presente no RPG de Zumbi) e começar a ter alucinações. Ao fitar Marcos (Dueror), o desconhecido avança até ele, entrando em colapso ao ver o mesmo lugar, mas destruído e Marcos ao lado de um homem cabeludo. Imediatamente, o desconhecido pega um spray de tinta e pixa na porta de uma farmácia fechada a frase "Socorro essa realidade é invent-" e desmaia, sendo socorrido pelo grupo que foge com sucesso dos policiais que os seguem, rumando a um estacionamento atrás de uma grande barreira de protestantes que apoiaram e se fascinaram com o que Cristo fez.

- Cristo acorda e não fala. Marcos tenta entrar em contato com ele, e quando o desconhecido ia lhe apertar a mão, desaparece como que por encanto. Após isso, de repente, ninguém mais parece lembrar do ocorrido e muitas pessoas que o grupo jurou estarem ali desaparecem. Fica a dúvida se tudo isso foi uma ilusão, se Cristo de fato existe, se aquilo aconteceu, ou ele apenas sumiu. O grupo decide voltar até o Instituto Sagas. - Voltando à Elysium, Raddos acorda no meio da noite e jura ter escutado Um dia se passa e o grupo acorda, vendo monstros mortos ao seu redor. Galeazzo desapareceu, deixando apenas no chão, escrito a sangue, a palavra "Adieu" e um dos itens para a nave: O navegador. O grupo parte em busca da tal espada brilhante, descrita no manual do piloto.

- Rumando até a caverna onde estava a espada, em uma zona de gramado alto, o grupo vê um homem sendo atacado por três raivosos. Eles são eliminados e o homem é salvo, ele se apresenta como Farmas, um caçador de tesouros. O grupo permite que ele entre no grupo, sendo o primeiro membro (NPC) a fazer parte para ajudar. Ele então, para ajudar, tenta retirar a espada da caverna contando que essa é uma raríssima Espada Mithril, um armamento esculpido com os corpos de uma antiga raça de golens, os Mithril, que foram caçados sistematicamente e transformados nessas espadas. No entanto, a espada não estava exatamente presa na pedra...

- Uma espada estava presa no poderoso robô militar RK-9000. O robô se ergueu, com a espada presa na testa, chamando para um duelo após reiniciar seu sistema parado há anos. A batalha se inicia, o robô então ergue-se abandonando a posição quadrupede e ficando bipede. "JUSTIÇA SABOR CHUMBO", diz o robô, fazendo pose. O grupo tenta fugir, mas falha, de forma que apenas Farmas consegue sucesso.

Decisões tomadas:

  • Decidiram ir investigar Cristo.
  • Salvaram Cristo.
  • Salvaram e colocaram Farmas no grupo.

Transmitido em: 20/06/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 7 - A terrível verdadeEdit

- A introdução mostra que um homem despertou no subsolo de Elysium. Ele está acorrentado pelas 1000 correntes e consegue se libertar de uma. - O grupo continua o duelo contra RK-9000 após não conseguirem fugir. Quando a máquina ia dar seu golpe final, uma sombra surge no ar e se lança sobre o robô, o mordendo. Era Tar, guiado pelo barulho e imaginando que a grande máquina militar fosse algum topo de ave deliciosa. Isso dá a oportunidade do grupo planejar uma estratégia, no entanto Raddos decide fugir. Dueror consegue identificar o ponto fraco da máquina, exatamente no eixo do braço direito e dispara seu golpe Chuva de Chumbo atingindo o sistema elétrico do robô e causando grande dano. No desespero, Code Oak consegue lançar uma granada e detonar a máquina. O robô agradece pela luta e adverte que as seus "irmãos" vingarão sua morte, então manda que os heróis fujam e Code salva Tar, e logo em seguida o construto explode abrindo uma cratera enorme. Resta uma capsula, que é a medalha. Depois Farmas explica que ao redor do mundo existem outras RKs, e quando todos os modelos forem eliminados os heróis lutarão então com a mais forte de todas.

- O grupo faz amizade com Tar que é logo querido, mas o clima de alegria logo é interrompido por uma breve troca de farpas entre Raddos e Dueror, disputando quem ficaria com a Espada Mithril, que provoca o golem falando que ele apenas dará a espada se Dueror pedir com educação. De repente fica de noite e Raddos desaparece na floresta. Querendo ajudar, Tar diz saber onde está o Nitro Jet, e vai buscá-lo.

- Code e Yatatso enquanto isso, iam rumo à armadura voadora, descrita no manual. A dupla chega na beira de um riacho repleto de corpos destroçados e logo requisita ajuda aos outros dois companheiros, que juntos vão investigar a misteriosa Armadura Vingadora recostada em um tronco cercada de cadaveres. Dueror resolve tocar no elmo e acaba sendo "vestido" pela proteção que ao, ao primeiro movimento, começa a lentamente esmagar o corpo de Dueror. Logo o grupo descobre a terrível função da armadura: Esmagar aqueles que tentam vesti-la. Yatatso dá um golpe com sua espada usando metade de seu poder, e destruindo-a por completo, perdendo assim o item. O grupo retorna e resolve dormir.

- Na manhã seguinte, o quarteto acorda e descobre que monstros atacaram de noite e Tar conseguiu matar todos e fazer um belo café da manhã. Em seguida, eles decidem ir buscar o último item faltante para a Nave, a C. Mola. Eles descobrem o item em um laboratório, mas até chegar lá veem espíritos, imagens pairando numa região alagada, durante uma noite que surge de repente (cujas estrelas se mexem no céu). Imagens de prédios e pessoas (de nosso tempo) são vistas, acompanhadas de sussurros infantis. Eles dizem: "Nada é esquecido", "A verdade do tempo, assim como tudo na vida, hehe... é o ciclo!", "O mais distante futuro é o mais distante passado...", "O mundo é uma fita em VHS regravado..." e uma garota surge, vendo e perguntando o nome de Code, mas rapidamente uma mulher surge falando que era novamente a criança falando com amigos imaginários.

- O grupo entra no Laboratório de Elysium, que parece ser um lugar para pesquisa de alguma propriedade especial do lugar e recupera a C. Mola, mas a Mandala reage e, como se atraída por um imã, é puxada para o chão. Yatatso ataca o chão e descobre uma sala secreta que leva a um elevador. O grupo encontra anotações estranhas, e segue para o elevador chegando em uma estranha sala. Imediatamente eles observam inscrições nas paredes, sarcófagos ao fundo e, no centro, uma redoma de vidro com a via lactea dentro. Yatatso vê sua Mandala até um cubo, que supostamente era o gerador de energia e estava repleto de mandalas que serviam de combustível para ele, sugerindo que a mandala pode ser uma estrutura feita pela natureza com um formato especifico como flocos de neve.

- Com a Mandala de Yatatso dando energia suficiente, o grupo começou, as paredes viraram uma espécie de tela mostrando coisas fantásticas, como o espaço e alguma civilização antiga (o RPG de Zumbi). Logo eles descobrem que estão em uma nave, que revela números e letras e imagens - como se reproduções holográficas do passado - mostrando o que fez a nave cair em Elysium. Então a Imperatriz aparece e revela que há outra dimensão paralela e que ela deve inexistir pois se, continuar existindo, irá suprimir essa realidade. Também diz que o tempo é ciclico e que Elysium é um defeito entre as realidades e que o lugar é o Jardim do Eden e sugere que esse lugar já foi uma antiga e evoluída sociedade dos seres como a Imperatriz, que supostamente teriam vindo das estrelas e seriam capazes de observar o tempo. Sobre o tempo ser cíclico, revela que sendo o mais distante futuro o mais distante passado (explicando assim reencarnação) e que as únicas coisas que mudam são as decisões das pessoas que, por aí, acabam mudando todo o futuro. Destino, segundo a Imperatriz, é apenas uma rede de consequências e as imagens do passado ficam para sempre gravadas na existência. Ela então pede que a redoma seja destruída enquanto há tempo e energia restante na nave. Fica a sensação que ela foi quem guiou os heróis até o local, não sendo isso um evento ao acaso.

- Yatatso acerta sua espada destruindo a redoma e vendo, nas telas à sua volta, a destruíção de uma dimensão paralela onde os humanos viraram zumbis e devoraram uns aos outros, revelando assim o que causou o apocalípse zumbi. É revelado também um futuro alternativo dos heróis, onde Dueror tinha uma família, Raddos se casava, Yatatso estava em um Neo-Japão construído e Code havia morrido no parto. Com isso feito, Code revolta-se com a Imperatriz que, calmamente, fala que a "realidade foi reiniciada" e desaparece, revelando que ela poderia ser o alter-ego da menina de outra dimensão que viu Code e, deixando no ar, a teoria que crianças possuem o dom de se conectar com seus alter-egos e verem outros tempos, mas com o crescimento perdem esse poder.

- Yatatso entra em crise e tenta o suícidio, mas é impedido pelos companheiros de grupo. Dueror e Code dizem que ele deverá conviver com seus atos, com o peso de ter destruído uma realidade para manter a existência da deles, e que ele seria perdoado. Yatatso fica na nave com sua mandala e o grupo se retira, notando que alguns corpos no laboratório abandonado haviam desaparecido e que o estranho idioma anotado em vários bilhetes, bem como calculos curiosos, haviam desaparecido também. O trio retorna para o acampamento, deixando o samurai para pensar sozinho. - No desfecho, alguém misterioso portando um violino observa o grupo com orgulho. Rapidamente ele se transforma em outro ser, também não revelado, e os chama de "amigos", sem ser notado por ninguém. Ele desaparece e a cena passa para o homem enterrado debaixo de Elysium, que fala que sua mãe, a Imperatriz, já não mais existia e assim ele poderia se vingar por ter sido preso às 1000 correntes. Mais uma é arrebentada e ele ergue as mãos à escuridão, lutando para sair.

Decisões tomadas:

Transmitido em: 27/06/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 8 - Destino cruzadoEdit

- Após preparar a nave pra voo, o grupo acorda e percebe que Tar parece triste. Yatatso e Galeazzo ainda estão desaparecidos. Querendo saber o que está acontecendo, Farmas pergunta a ele e o garoto diz que quer dar um adeus aos seus amigos, e convida os heróis que topam. O grupo corre pela floresta, passando por locais que passaram antes como o pantano, a região dos buracos (que, aí, se revelam como uma espécie de boca: o buraco abre e então fecha destruindo qualquer coisa que estiver dentro) e a região próxima do hotel, até chegar em uma engenhosa casa na árvore, que é a moradia do Tar.

- De imediato, todos os animais avançam em Dueror que decide não atacá-los. Sofrendo danos enquanto Code e Tar tentam parar as feras e Raddos se prepara para atacar, os animais finalmente respeitam o garoto e um cookie (animal) vai até Tar e conta que Dueror possui uma espécie de mal dentro de si. Entrando na casa da árvore, Tar dá sua maior relíquia: a fruta solitária, uma espécie de melão com as cores do arco-iris capaz de recuperar todo o poder de quem a usar. Dueror divide em 5, Tar come uma e Farmas guarda outra enquanto conta que, segundo a lenda, o amor entre duas mulheres foi impedido e elas foram separadas. Sofrendo com o amor impossível, as duas se transformaram em árvores e dando este único fruto, que representa a fertilidade, a cada "mil luas". Farmas também conta que uma está em um deserto distante, e outra no Alem-Muralha. O garoto se despede dos seus amigos animais numa cena emocionante.

- O grupo volta para o acampamento e encontra alguém em um arbusto, onde Dueror havia encontrado Raddos anteriormente. É um golem, portando diversas espadas brilhantes e a do grupo que, aparentemente, estava enterrada ali. O estranho reconhece Dueror e rapidamente o golem pistoleiro percebe que se trata de alguém que ele buscava há muitos anos. O golem se chama Maraneus e confirma ser um dos que mataram a família do herói. Maraneus diz não querer lutar e que está buscando o caminho da redenção, mas que não pode ser impedido agora e que se Dueror tivesse de ser morto, que então assim fosse. Ele se revela um lutador de kung-fu e toma o primeiro golpe, apenas criando uma barreira invisível à sua volta para que ninguém interferisse.

- A luta entre Dueror e Maraneus dura quase uma hora, enquanto o inimigo pede perdão e diz que precisa levar as espadas brilhantes até o túmulo dos Mithril para sanar sua culpa e, depois disso, aceitará ser morto. Também revela que o Alem-Muralha é uma falha no tempo, onde cada lugar é um ano e época diferente, mas todas juntas. Também revela que só está usando 10% do seu poder. De um lado, Raddos fala para Dueror lutar até o fim e se vingar. Code, aconselha a paz. Maraneus diz à Dueror que em 6 meses acontecerá um torneio organizado pela Mafia e lá Dueror poderá encontrar ele para finalmente matá-lo.

- Dueror pergunta porque sua família foi morta e o golem fala que o mestre de Dueror era o antigo líder do grupo dele e que abandonou e por isso, por na época considerá-lo um traídor, foi com seu antigo grupo eliminar todo mundo - exceto Dueror que, naquele tempo, eles acreditavam ser capaz de um dia integrar o bando, e o colocou para buscá-los pelo mundo. Dueror ainda não acredita, e Maraneus diz que foi abandonado no fundo do mar e lá pode compreender que viveu uma mentira e que estava na mesma posição do mestre do herói. Com os dois feridos e esgotados após um duelo de armas de fogo contra arte marcial, Code consegue desfazer a barreira usando uma rápida invenção usando um desfribilador velho que carregava contigo. Raddos arremessa uma adaga, que perde a potência ao chegar próximo do golem misterioso que, nessa hora, realmente revela não estar usando todo o seu poder. Dueror decide confiar.

- Maraneus pergunta se Dueror sabe o que é cristaloterapia. Dueror diz que sim, então os dois se aproximam e usam seu poder curativo um no outro, emanando sua luz, como um aperto de mão, curando ambos em sinal de confiança. Maraneus decide levar o grupo até o túmulo dos Mithril e carrega as espadas que trouxe consigo e dá a Dueror a que o grupo conseguiu do RK-9000. Os seis caminham pela floresta até chegar em uma clareira, onde Maraneus recita uma oração e faz surgir um piramide dourada, com uma abertura circular. Todos entram, seguindo por um corredor com iluminação própria através de mineirais. O golem e Farmas explicam que a lenda diz que os Mithril estavam adormecidos na antiguidade na forma de piramides em um já inexistente deserto, e que a origem deles é desconhecida verdadeiramente e que o corredor está descendo, embora dê a ilusão de que está se seguindo em frente. Code, com seus conhecimentos de engenheiro, nota que o sistema é uma espécie de ilusão de ótica através do ângulo.

- O grupo chega até uma câmara, no fundo da tumba. Lá há um pedestal para se colocar as espadas, mas por ser um lugar sagrado, ele é defendido por dois Guardiões. Duas estatuas imensas saem de seu repouso e duelam. Maraneus assume uma, o resto do grupo enfrenta a outra. Sendo um idolo de pedra, a batalha fica difícil. Dueror com suas últimas forças arranca um braço com garras e Code, tentando usar aquilo como arma contra o inimigo, acaba destruindo a possível arma por não conseguir erguê-la. Ele então observa o outro golem acertando pontos específicos da estrutura do outro Guardião e encara-o como uma espécie de estrutura, então lança granadas nos mesmos pontos do protetor, fazendo a estatua implodir.

- Maraneus coloca as 10 espadas brilhantes no pedestal e Dueror coloca a 11ª. Elas se convertem em luz, virando espíritos de Mithril. Surge então o Rei Mithril, um golem de luz, que agradece por finalmente encontrar a paz. Maraneus cai em lágrimas e revela que seu grupo foi o responsável por caçá-los e transformá-los em armas, e o Rei Mithril o perdoa dizendo que o fardo da consciência pesada e das consequências é por si só uma ruína maior do que a causada. Maraneus pede que Dueror dê as armas ao Rei Mithril, que promete como retribuição eternizar-se junto de sua gratidão em um equipamento identico. O golem então vira uma cópia das armas de Dueror e Maraneus as pega, dando ao golem herói e falando que ele deverá usá-las APENAS quando os dois se encontrarem no duelo, em 6 meses, e com aquelas armas Dueror irá matá-lo.

- Maraneus vai alem e diz que teve de roubar museus e organizações criminosas para conseguir todas as espadas, e isso o fez ser procurado tanto pela polícia quanto por bandidos. Por ter pego uma das espadas em posse da Mafia, ele decide entrar no torneio buscando um inimigo forte o suficiente para matá-lo, mas o destino trouxe Dueror até ele. Agora, ele diz que Dueror deverá treinar para isso pois no, último duelo, Maraneus usará todo o seu poder. Também diz que o tempo se passa diferente no Alem-Muralha, e uns 2 anos aproximadamente se passaram desde que o grupo saiu de Elysium. O golem vai embora, e Dueror promete encontrá-lo. Code parece transtornado ao saber que 2 anos se passaram.

- Os heróis vão embora da tumba e ao voltar ao acampamento, percebem que Tar com sua mania de comer tudo, comeu uma carne no chão. Raddos começa a brincar com o garoto-animal. E Farmas sumiu na mata, dizendo querer um cigarro. Code decide ir até Yatatso e, nessa hora encontra uma criança apontando um rifle de caça para a cabeça do Farmas, Tar desmaia e o caçador Rutz, o caçador da cabana, ressurge repleto de cicatrizes apontando um rifle pro grupo dizendo que, agora, vai se vingar pela morte dos netos.

- O desfecho mostra que a maldição de Dueror, gradativamente, atraiu para o acampamento todos os monstros, raivosos e bestas do Alem-Muralha, e estão todos indo em direção ao grupo.

Decisões tomadas:

  • O grupo escolheu ir se despedir com Tar.
  • Dueror escolheu confiar em Maraneus.
  • Dueror escolheu encontrar Maraneus no Torneio da Mafia.

Transmitido em: 04/07/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 9 - A fugaEdit

- Finalmente o grupo consegue recuperar a Nave de Resgate para fugir do Alem-Muralha, no entanto eles são surpreendidos por Rutz e seu neto. Rutz coloca Tar na frente do rifle, servindo de refem e o tiro ainda lhe atravessaria o corpo e acertaria um dos heróis. E o neto do caçador coloca Farmas na mira de sua arma de caça. Após uma discussão e tentativa de negociação, o grupo decide atacar: Dueror dispara contra o garoto, matando-o. E no processo ele atira em Farmas. Raddos e Code avançam até Rutz, que dispara no Tar e acaba sendo atingido. Com os amigos baleados, o grupo se desespera para salvá-los. Farmas desmaiou e Tar começa a vomitar sangue, tendo convulsões. Raddos vence Rutz que, apesar de ferido, consegue lutar. Rutz então explode com uma granada colocada sorrateiramente por Code, mas seu paradeiro é desconhecido, podendo estar morto.

- Enquanto o grupo curava os dois, Rutz e seu neto sumiram e suas armas foram misteriosamente destruídas. A situação de Farmas fica controlada graças à fruta e à cristaloterapia de Dueror. Code criou uma bomba e esmagou uma das frutas e deu ao garoto selvagem, que não conseguia comer. No entanto, ele perdeu a consciência, caindo no chão, visivelmente morto. Raddos entra em desespero e o abraça chorando, e isso faz com que a bala fosse expelida, com a força no corpo, e Tar retoma a consciência, sendo salvo. Quando os heróis percebem baratas comedoras de metal, eles fogem. Mas a nave está presa numa árvore e Yatatso continua sumido. Dueror e Raddos derrubam a árvore e levantam voo, mas um animal sobe no veículo. Quando Raddos tira o Urso Grama do topo da nave, acaba caindo no chão. A nave avista Yatatso desmaiado ao longe, o samurai foi atingido enquanto voltava para o acampamento, no momento em que todos os monstros do Alem-Muralha seguiam até o grupo.

- Raddos está no chão, cercado por Raivosos (incluindo o neto de Rutz, já transformado) e outras feras. Ele consegue correr e chegar na nave, pegando Yatatso no chão e se prendendo a uma corda. Na fuga, ambos são quase esfolados vivos pelas árvores, mas são puxados para dentro do veículo a tempo. Quando tudo parecia salvo, a névoa presente desde antes mostra o porque de sua existência: é a Legião, um monstro com os corpos de todos que foram tragados por ela, se erguendo no horizonte, com seu horripilante som característico, um "gigigigigi". Olhos femininos surgem no céu, o tempo fica louco, anoitecendo, entardecendo e anoitecendo frenéticamente e uma voz grave ecoa dizendo que "Ninguém fugirá". Então uma mão feita de corpos gigantesca se ergue, e ela tem o tamanho de um arranha-céu.

- Com os feridos na enfermaria da nave, Code controlando a nave, Raddos no canhão e Dueror consertando um furo no tanque de combustível (uma bala perdida de Rutz, que atirou enquanto duelava com Raddos), o grupo erra todos os tiros da nave (seriam necessário 5 para vencer a Legião), mas também escapam à toda velocidade das investidas da mão gigante que assume diversas formas (como lanças e outras formas perigosas). No entanto, um túnel voador de fumaça negra (uma espécie de núvem em forma de charuto) joga a nave contra o chão, que bate nas árvores perdendo suas asas e se destruíndo no chão. Ainda assim, eles não estão mais tão longe de Elysium.

- Dueror, de repente, tem sua mente invadida por uma voz misteriosa. Alguém se revelando como "O Filósofo" diz que há um verme dentro de Dueror responsável por trazer todos os monstros e o ensina como retirar, e diz que um "outro ele contou isso". Com a nave no chão e a presença cada vez mais próxima de feras e da Legião, Dueror diz o que aconteceu e como última saída pede para Raddos lhe dar um golpe profundo no peito, como indicado, levando Code ao desespero. Raddos o faz e um verme sai de seu torax. O ser havia criado um oco no peito de Dueror e se instalado lá, já tendo até criado vermes filhotes. Dueror é limpo e fica chocado, descobrindo que o responsável por isso foi Gonzo após juntar os acontecimentos.

- Despistando os monstros, eles pegam a nave e, embora não possam pilotar, Farmas dá a ideia de usar o canhão como propulsor. O canhão traseiro é disparado e a nave arrasta-se pelo chão graças ao impacto, sendo gradativamente mais destruída e acabando com tudo em sua frente, inclusive atropelando Raivosos. A nave vai em direção à muralha de Elysium, enquanto a Legião bate em uma barreira invisível e desmorona. O veículo se choca contra a muralha arrebentando ela e o episódio termina, com o grupo voltando para Elysium.

Decisões tomadas:

  • O grupo salvou Farmas e Tar.
  • O grupo decidiu atacar Rutz e seu neto.
  • O grupo não venceu a Legião.
  • O grupo destruiu a nave e seguiu por terra.

Transmitido em: 11/07/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 10 - Uma selva mais perigosaEdit

- O grupo, após arrebentar a muralha, entra em Elysium e são resgatados. Após 2 semanas no hospital, o grupo alcançou fama e se encontram pela primeira vez em uma conferência para a mídia em Prodias (uma das regiões de Elysium), organizada pela Governadora Quincy. Gonzo, Teita, Vargan e uma misteriosa mulher chamada Kulara os observam da platéia, usando alinhados ternos. Tar parece ter problemas com seu terno, Yatatso continua no hospital e Farmas ficou totalmente paralítico, o que o levou a uma depressão profunda. Ajudado pela sua esposa, Farmas ao ser perguntado pela reporter sobre sua condição, se jogou no chão para mostrar à todos que, segundo ele, havia se tornado um "inútil". Ao responderem sobre os perigos do Alem-Muralha, fica claro que a governadora queria ocutar essa verdade da opinião pública. O grupo escolheu não aceitar o convite para um programa de televisão.

- Após a conferência, o grupo acaba encontrando no camarim os velhos inimigos. Gonzo convida o grupo para fazer parte de seu grupo e, caso isso acontecesse, Kulara prometeu curar Farmas. Dueror os indagou sobre o Torneio da Máfia e lhe foi dito que a máfia o encontraria. Enquanto o clima esquentava, um acessor da governadora os convidou para um jantar. Apenas Dueror e Raddos toparam, enquanto Code seguiu para sua guilda, a fim de checar as coisas após tanta ausência e por ninguém tê-lo visitado.

- Dueror e Raddos seguem para um coquetel em uma cobertura e lá encontram Yatatso. Lá, por posters, descobrem que a Governadora Quincy foi em outros tempo uma grande lutadora, que vestia braços mecânicos incrivelmente pesados e fortes. Ela encontra o grupo e pede segredo, mas os herois - em especial, Raddos - tentam negociar uma vantagem em troca do silêncio. Ela diz que o povo não precisa saber do que acontece e se assustua à toa.

- Do outro lado de Prodias, Code chega na guilda e descobre que seus amigos desapareceram após o sumiço dele e, com isso, a guilda enfraqueceu perdendo o contrato com o governo e também seus funcionários, só restando entre poucos, um zelador de salário atrasado, e uma outra guilda havia tomado posse de todos os negócios. Nesse momento, 7 homens de preto e mascarados, usando correntes com espinhos, surgem e um dardo desmaia o zelador. São assassinos de aluguel e querem dar cabo da vida de Code que, no desespero, entra em contato com os amigos que saem correndo pelas ruas e Elysium até encontrá-lo.

- Ao chegar no local da briga, com Code cercado, Raddos é reconhecido pelos sete assassinos que o chamam de "Killnovar". Raddos parece constrangido e diz que estes eram conhecidos do passado. Eles convidam Raddos a se juntar, que pede para que a vida do amigo seja poupada. Eles tentam negociar algo, mas um homem gordo cai do céu nocauteando todos os oponentes. É Lavis Soufat, o megalomaníaco apresentador do programa que o grupo negou ir - e ele está furioso.

- Desafiando os heróis para um duelo, o poderoso homem tira seu terno revelando ser um lutador de sumô. Após tomar golpes de todos, revela ser membro de uma das famílias da máfia e está testando o grupo para saber se vale a pena para os interesses da organização. Ele conta que a "famiglia" está em todos os lugares, enraizada naquela nação erguida por emigrantes. Lavis converte toda sua banha - que o protegia - em força, mas ainda assim não é pareo para os heróis, perdendo após uma sessão de golpes de todos num duelo relativamente fácil. Ele vai embora.

- Com os sete assassinos presos em um poste (e são saqueados), Raddos tenta extrair alguma informação do contratante, mas sem sucesso. O telefone toca e Raddos atende, ele fica visivelmente abalado. Após o choque, ele voa em Code atacando-o no braço mecânico e esquivando de algo em instantes. Um tiro de rifle (sniper) acerta o poste, quase que pegando nele. Raddos se desespera e grita para a noite, enquanto uma voz misteriosa sai do telefone dizendo "Isso não será esquecido".

Decisões tomadas:

Transmitido em: 18/07/13

Confira o log aqui

Episódio 11 - Amizade e HonraEdit

- O grupo passa a noite na guilda do Code e Yatatso foi levado pelo serviço de imigração de Elysium. O grupo então recebe a visita de Lugosi, um bestial urso gigantesco, que parece saber sobre quem disparou o tiro. Na noite passada, ele viu alguém com um rabo de cavalo ruivo fugindo em um furgão após desmontar um rifle de alta precisão. Lugosi tem os sentidos aguçados e vive em uma cabana perto da floresta, o que o permitiu identificar isso com clareza. No entanto, ele é interrompido pela ligação da esposa de Farmas pedindo por socorro. O grupo vai então à casa do amigo.

- Chegando lá, sua casa está destruída e tudo foi roubado. Sua esposa diz que Farmas foi para o Alem-Muralha tentar acabar com as dividas, mas não conseguiu. Embora só faltasse pouco dinheiro, os bandidos assaltaram a casa. Ela diz querer vender a casa para uma imobiliária para que um prédio seja construído no lugar e então eles ganhem algum dinheiro, mas o caçador de relíquias nega por ser a casa de sua infância. Farmas está deprimido por não ter sido capaz de defender sua própria família, e nem pode trabalhar para pagar uma divida com um agiota chamado Tartaro, o responsável pela bagunça. O grupo decide então reaver tudo, e Dueror vai furioso na frente. De dia, chegando ao prédio, os seguranças não deixam entrar. Mas eles voltam a noite e invadem pelos fundos do prédio.

- A ação que deveria ser furtiva, acaba virando uma confusão geral. Raddos mata dois dos seguranças e Dueror pega um de refém. Quando a situação parece sob controle, uma linha acerta a testa do refem e ele começa a arder em chamas. Uma silhueta no alto do prédio desaparece. Enquanto isso acontecia, o restante do grupo conseguiu invadir a construção e os outros guardas foram alertados. Raddos se esconde no meio de caixas de cebola, Code debaixo da escada e o urso de 2,20m de altura, Lugosi, também. Lugosi se disfarça de urso empalhado, mas quando um dos seguranças toca no rabo dele, faz cócegas e o bestial espana o rosto do bandido com o rabo. Ao ser identificado, ele se joga para trás caindo por cima dos dois guardas (e do Raddos) desmaiando-os. Os seguranças do lado de fora são abatidos e Dueror entra também.

- Os heróis começam a subir os andares derrotando muitos inimigos e pegando o que for possível. No fim eles conseguem roubar 38000G e recuperam as coisas do Farmas, chegando até o 8º andar (cada andar tem a cor de uma faixa de caratê). Indo no resto de escada, no último andar eles chegam no escritório do agiota, que foge e coloca seu hitman para lutar, Shiva. Shiva e Raddos pareciam se conhecer, e era este o responsável pelas linhas.

- A batalha começa no heliporto. Raddos o ataca, mas termina preso em uma teia de linhas - a técnica secreta do assassino. Dueror e Lugosi desferem poderosos danos em Shiva e, quando tudo parece sob controle, o inimigo exclama uma palavra chamada "Condição Verbal" e as linhas desferem em Raddos o mesmo dano que ele levou, deixando-o à beira da morte. Uma situação tensa tem início e, buscando salvar o novo amigo, Lugosi revela seu chifre de unicórnio e diz ser o último sobrevivente de uma quase extinta raça de bestiais, os Ursos-Unicórnios. Isso enfurece Shiva que lhe dá um tapa na cara e diz para que ele nunca ofereça seu passado para um inimigo.

- Dueror então, bruscamente, desfere um tiro no pescoço de Shiva. Um flashback mostra o passado do novo oponente, quando o Mestre dele o ensinou a "Condição Verbal", quando estava morrendo de câncer. Esse tiro de Dueror quase matou Raddos, que conseguiu se safar (em um teste de morte bem sucedido). Tartaro, em desespero, pega seu helicoptero e Code usa uma de suas invenções, dando um impulso eletromagnético e apagando o sistema elétrico da aeronave por instantes, o que faz o agiota perder o controle e explodir-se contra o solo, morrendo. Shiva, no entanto, ergue-se e continua querendo lutar. O grupo escolhe não lutar mais.

- Exaurido, Shiva cai no chão ajoelhado frustrado com sua primeira falha. E pergunta quanto eles estão pagando pelos serviços de Raddos. O grupo diz que ele é amigo deles e por isso os ajudam, o que deixa Shiva em um dilema pessoal. Prometendo que um dia vão se reencontrar, ele revela que Raddos deveria ter morrido e por algum motivo sobreviveu, e fala que ele tem uma maldição. Shiva vai embora e o grupo também, antes que a polícia chegue.

- No desfecho, Farmas recebe parte do dinheiro roubado do agiota (o que mantém segura sua casa, que estava para ser demolida para dar lugar à um prédio) e suas coisas. Mas a mesma pessoa responsável pelo tiro no episódio anterior, de rabo de cavalo ruivo, vista por Lugosi, tira uma foto de Tartaro morto e manda para a máfia, responsabilizando Raddos por matar o mafioso.

Decisões tomadas:

  • O grupo ajudou Farmas.
  • O grupo matou Tartaro.
  • O grupo escolheu não terminar a luta contra Shiva.

Transmitido em: 25/07/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 12 - Lembranças desconhecidasEdit

- A introdução mostra um homem chegando no aeroporto de Prodias, em Elysium. O aeroporto foi todo fechado para sua chegada. Ele é recebido por mafiosos. Entra num carro e segue para destino incerto. Enquanto isso, um misterioso chefe de uma das máfias de rosto não revelado, mas com voz jovem, sentado numa cadeira parece feliz com a morte de Tartaro. Seu empregado diz que todos na rua sabem que ele foi morto por Raddos, segundo informações, e que a família Gnocchi está furiosa e contratou um tal Chacal para cuidar do assunto. Esse chefe parece feliz com a informação e a cena termina com ele espetando uma orelha humana com um garfo e comendo.

- A segunda parte da introdução revela Gonzo e Garius conversando no alto de um prédio. O samurai cangaceiro vê no grupo o time deles, no começo de tudo. E revela seu apreço à eles. Fica obscura a relação deles com o grupo, se são inimigos ou aliados.

- O grupo está reunido na Guilda do Code e Raddos chega com uma caixa de presente com manchas de sangue e ainda o preço colado à ela, revelando a falta de trato social do el'zel. Ele oferece a caixa para Dueror e deseja feliz aniversário ao golem. Ainda no Alem-Muralha, o elfo checou secretamente as identidades de todos e não esqueceu do aniversário dele. Dueror ganhou uma arma (provavelmente roubada) e o grupo comemora, com Raddos recebendo presentes dos outros amigos. Até que algo chama a atenção na TV, é Tar, que causou encrenca por toda a cidade. O telejornal informa que ele seguiu para a ponte, nos limites do bairro e a polícia está atrás dele.

- O grupo o encontra debaixo de uma ponte, desesperado com medo desse novo lugar. Após ser acalmado com bolo de chocolate e, alem de mostrar alguns maneirismos por se acostumar com a fala da cidade, e também acertar o nome de Lugosi com quem parece ter se dado bem, Tar é resgatado e a polícia cerca o grupo. Delegado Morada aparece, querendo o menino. Após uma conversa e uma situação de tensão resolvida, o grupo decide ficar e ir com Tar para a delegacia. No entanto, quando parado por um caminhão de cevada que estava acidentado parando a pista e o comboio de patrulhas, um grupo de mercenários sequestra Tar e foge, sendo perseguido pelos heróis que acabam indo para o metrô.

- Os heróis conseguem alcançar os inimigos antes que pudessem fugir em um metrô e eles se revelam Os Mercenários de Aço. Eles são exatamente cópias dos heróis, tendo os mesmos atributos e personalidades, apenas alguns opostos corporais. Goldara é um golem gigante, ao contrário de Dueror que é pequeno, mas ambos são pistoleiros. Ruby e Code são quase robôs, mas homem e mulher. Lugosi é gigantesco e Quartsu pequenina, mas ambos curam muito bem e não são exatamente humanos. Raddos é um rápido assassino, assim como Silverado que, como diferença, é apenas branco.

- Os grupos decidem duelar em troca de Tar, como no torneio da máfia. Batalha por batalha e, quem vencer mais, leva. Dueror rapidamente vence Goldara, Lugosi desiste no meio da luta contra a sanguinária Quartsu, Code vence por um triz Ruby quase morrendo para ela, e em apenas um golpe a luta de Raddos e Silverado é decidida, com vitória de Silverado. Tendo empate, enquanto ambos os grupos pensam em que fazer, Tar levanta e arrebenta as algemas indo embora coçando a bunda. Sim, ele podia ter se libertado o tempo todo.

- No decorrer, espectadores foram feridos, a estação de metrô foi destruída (e Code se candidatou em consertar) e Tar foi preso pelo Delegado Morada. Os mercenários falharam em sua missão, mas Goldara revelou à Dueror que outros mercenários foram pagos para infernizar Tar - que estava perdido - e fazê-lo causar confusão, alem de que alguém mandou o grupo capturar Tar e levá-lo vivo. Mais tarde, Tar foi liberado após alguém misterioso ter pago sua fiança.

- Uma limousine vai buscar Tar e o grupo decide ir junto com ele, enquanto um quieto motorista os leva até uma grande mansão. Nessa mansão, revela-se uma mulher numa cadeira de rodas que se parece muito com a dor cordão de Tar. É a mãe dele, que numa cena triste não o reconhece por sofrer de Alzheimer. Tar fica chocado com aquilo, com o momento que parece ter sempre esperado. Um homem, rico empresário no ramo das bebidas, chamado Kaiser, diz que é o tio de Tar e seu pai já está morto, sendo o "homem macaco" o último da família. Kaiser diz que o real nome de Tar é Albert e ele ficará lá. O grupo retruca, mas o velho diz que eles podem vir visitá-lo a qualquer momento. Tar, claramente confuso de suas emoções, topa ficar com o velho. O grupo vai embora quando seguranças cercam a mansão.

- Assim que o time se vai e Dueror decide depois voltar e espionar a mansão, Tar foge da casa e vai até o portão gritando pelos amigos, mas já é tarde. Os seguranças cercam ele. Kaiser observa tudo sorrindo. Não se sabe as intenções dele.

Decisões tomadas:

  • O grupo não fugiu da polícia com Tar.
  • O grupo conseguiu alcançar os mercenários de aço.
  • O grupo escolheu ir com Tar até a mansão de Kaiser.
  • O grupo respeitou a escolha de Tar em ficar com seu tio.

Transmitido em: 01/08/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 13 - Não há um dia como o outroEdit

- A introdução mostra Gonzo e Teita mais novos matando um pedofilo e depois discutindo sobre justiça. É revelado que Gonzo foi advogado um dia, mas por não acreditar na lei e na reabilitação de bandidos, especialmente na promessa de uma vida boa para ele mesmo após fazer uma vítima, se tornou um justiceiro.

- O episódio com a começa de Yatatso, vindo da imigração - que é provavelmente um meio da Governadora Quincy ameaçar o grupo para que eles não contem os segredos do Alem-Muralha, a chegada de Raddos de um trabalho noturno e a saída de Lugosi para... comprar pão. Um mecânico encontra o manual na nave de resgate e encontra a foto da família do piloto, diz ele ser a família Vigi Boe. O grupo vai até a casa entregar os pertences, sendo recepcionados pela viúva claramente em sofrimento e vendo uma criança brincando no pátio. Após dar a foto, a criança some, a mulher muda, uma árvore desaparece, um prédio, e parece que todas as consequências criadas pelo piloto desaparecem, gerando confusão no grupo. Enquanto isso acontecia, Chacal visitou a Guilda de Code mas foi embora por não encontrar Raddos.

- De repente o grupo acorda na Guilda, no mesmo dia em que estão e os eventos começam se repetir, com a diferença que a foto não existe mais e tudo que aconteceu pareceu uma espécie de sonho. O telefone toca, é ninguém menos que Galeazzo. Os heróis encontram ele hipnotizando transeuntes com sua música, fazendo eles darem todas as suas econômias para ele. O misterioso músico diz que os chamou para salvá-los, uma vez que, por irem lá, estariam salvos. O telefone toca, o Zelador para para Code voltar à Guilda urgentemente.

- Chegando lá, o Zelador (que tem seu nome revelado como Perez) está com o Delegado Morada. Evans, amigo-irmão de Code, foi encontrado morto nos arredores do aeroporto quando voltava de Grey Avalon por algum motivo desconhecido. Uma carta endereçada à Code com o sangue de Evans, provavelmente, denúncia que o assassino foi Raddos através de uma foto e gravação.

"Voz Oculta: Um trabalho.
Voz Oculta: Mate Evans.
Voz do Raddos: Quem é Evans?
Voz Oculta: Um amigo do Code. Um... irmão. Mas eu te ofereço 12 mil.
Voz do Raddos: Eu não ligo pro Code.
Voz do Raddos: Apenas pague.
Voz Oculta: Mate-o. As informações estão embaixo de um orelhão <dá a localização>
"

A situação fica tensa, o zelador e mecânicos atacam Raddos que só se esquiva e até Galeazzo leva a culpa por achar que estava criando a situação. Raddos alega inocência, admitindo ter matado Evans, mas diz não saber que ele tinha laços com seu amigo. Code decide apenas buscar a verdade a fundo, enquanto sofre e Raddos também, por ser acusado.

- O grupo rastreia o telefone, mas sem pistas. Enquanto seguia pro orelhão no aeroporto, onde Raddos pegou o trabalho, passaram por um curioso carro em alta velocidade em direção contrária. Não há vídeo das câmeras, mas a polícia diz estar atrás do culpado. Quando retornam, encontram a guilda abandonada e, nos fundos, acham todos os funcionários espancados. Code salva o Zelador enquanto Galeazzo não mostra respeito pelos feridos. Code perde a razão e atira contra ele. O som do tiro chama a atenção de Chacal, que acabara de sair dali. O assassino retorna.

- Percebendo que alguém chegava, Yatatso chama a ambulância e logo o grupo se esconde com o grupo, com exceção de Galeazzo, que recebe o gigantesco Chacal. Ele diz que Raddos não estava lá, e Code surge atirando contra o assassino. Ele não parece sofrer muito com o dano e tenta estrangular o garoto, que tentando se livrar acaba deixando um naco de carne do pescoço na mão do assassino. De surpresa, Dueror atira nele. Novamente, ele não parece sofrer muito.

- Chacal explica que não mata inocentes, a única razão de ter atacado os mecânicos é porque eles pensaram que Chacal era algum mandado de Raddos para matá-los. E atacou Code porque foi atacado. Mas com todos indo contra ele, ele então revela que usará todo o seu poder para matar à todos como se fossem seus alvos, uma vez que ele só usa seu real potêncial em seus trabalhos. O grupo decide não entregar Raddos e o inimigo começa a acumular poder, ficando cada vez maior e destruíndo vidraças com o deslocamento de vento dos seus músculos e este filho da puta é forte pra caralho, vai dar merda.

Decisões tomadas:

Transmitido em: 07/08/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 14 - Matando para sobreviverEdit

- A introdução mostra Chacal e Vargan mais novos trabalhando juntos em uma guerra. A missão deles era matar, mas eles estavam salvando inocentes. A cena revela que eles eram parceiros no passado, mas se separaram quando Gonzo e o líder do grupo (que se mantém não revelado) convocou Vargan para o grupo, que aceitou e Chacal recusou, fazendo com que cada um seguisse seu caminho.

- O episódio começa imediatamente após o final do outro, com o duelo contra Chacal. No entanto, Raddos toma a frente e se entrega para o assassino que o mata quebrando seu pescoço, e indo embora em sequência. Mas para a surpresa do grupo, Raddos permanece próximo deles e Galeazzo sumiu. Provavelmente uma ilusão. Assim que ele sai, Lugosi chega com o pão.

- Gonzo, Vargan e Kulara chegam no local. Kulara cura os mecânicos e o Zelador, imediatamente deixando-os perfeitamente saudáveis. O cangaceiro samurai revela que a habilidade da curandeira é trocar estados de saude, contando que eles possuem um grupo de bandidos capturados. Eles são mantidos sadios para que Kulara substituta a saúde dos malfeitores capturados com a do paciente, fazendo com que o bandido fique com o que o curado tenha, e o que estava doente fique tão bem quanto estava o capturado. Kulara conta que só fez isso porque o grupo poupou a vida de Shiva e Gonzo brinca, sugerindo que os dois tem algum relacionamento amoroso.

- O espadachim e Vargan aconselham os heróis a aproveitar a ilusão na qual Chacal foi submetido para eliminar Cristoli Gnocchi, o don da família Gnocchi. Uma vez que ele seja morto, o todo poderoso Chacal não mais caçará Raddos. No entanto, fazer isso implica na "famiglia" mafiosa perseguindo eles, então os manda passar um tempo em Grey Avalon após realizar a missão. No desespero, o grupo topa. E seguem juntos até a mansão em um bairro chique de Prodias. Gonzo diz que haverá muito sangue em suas mãos, mas será o único jeito deles sobreviverem.

- O grupo se divide, com apenas Yatatso pulando o muro da frente e o restante do grupo indo pelos fundos, numa colina que dava acesso a um labirinto de arbustos. Yatatso é rapidamente capturado, rendendo-se e sendo levado ao porão da mansão, onde foi torturado até se esgotar, falhando em ludibriar os guardas por conta de sua personalidade muito honesta. Ele tenta escapar, mas é derrubado, por já estar fraco demais após ser eletrocutado seguidas vezes. Ele não entrou os amigos.

- O restante do grupo invade pelos fundos, matando um guarda próximo da piscina. Brinquedos infantis e uma CHURRASHQUEIRA são encontrados. Dentro da casa, eles encontram uma empregada e intimidam ela, fazendo ela dar a direção para o quarto do alvo. Ao chegar lá, se surpreendem por encontrar a criança dormindo entre ele e a esposa. O grupo tem um desentendimento, especialmente de Code indo contra a atitude de Raddos em matar todos, mas ele consegue fincando um machado no ombro do don Gnocchi e arrancando sua cabeça, indo depois dar uma estocada na esposa que lhe perfurou o coração. Apenas a criança foi poupada, sem muito pouco entender, sendo posteriormente desacordada para fácil locomoção.

- Code usa um poder desconhecido até então, uma visão raio-x capaz de identificar Yatatso no porão. Raddos e Dueror acham a porta secreta em um dos quartos de empregada levando até a tortura. Os guardas são mortos e o samurai resgatado, mas enquanto isso tudo acontecia alguma família rival declarou guerra à mansão e um tiroteio começou. Escapando pelos fundos, Raddos se perde por instantes do grupo e é rendido.

- Uma misteriosa mulher aponta seu rifle sniper para o pescoço de Raddos. Ela usava uma peruca ruiva, que retira. Ela diz então ser a responsável por todas as últimas confusões, sendo a mandante da morte de Evans, a mulher que o fez quase matar Code e, principalmente, o denunciou como assassino do agiota Tartaro, originando toda essa confusão. É revelado também que ela esteve seguindo o grupo por diversas oportunidades, como o coquetel da Governadora Quincy, o momento em que chegaram em Elysium e enquanto eles andavam por Prodias. Ela diz que o nome real de Raddos é Killnovar Merzzen e declara que, se for morta, um tal Lorifas saberia da localização dela. O surpreendente é que ela é ninguém mais ninguém menos que a filha do Publicitário, alvo assassinado por Raddos no Alem-Muralha nos primeiros episódios. Ela se dedicou a treinar e vingar o desaparecimento do pai, indo até o mandante do trabalho que antes de morrer falou o assassino, e então ela descobriu que de fato o El'Zel possuia a aliança de seu pai. Após as revelações, ela é assassinada por três tiros da organização criminosa que invadia a mansão, disparando um tiro para o alto. Ela morre e Raddos leva seu rifle. Raddos escolheu lutar com ela.

- O grupo foge, encontrando Chacal próximo à kombi da guilda (poring doidão, sim, esse é o nome dado ao veículo). Ele diz ter desistido do trabalho, já que seu mandante estava morto e essa não era uma guerra dele. Ele sugere que o grupo dê a criança para a polícia e que, caso ela sofresse qualquer coisa, ele iria atrás de cada um e os mataria. Chacal mostra seu lado humano, e ainda parabeniza a ilusão de Galeazzo e diz que foi verdadeiramente enganado. Ele dá adeus e parte em seu conversível branco. O grupo foge da chegada da polícia, levando a garota e indo para o aeroporto.

- No aeroporto, o grupo decide partir para Grey Avalon, já que eles serão caçados pelos Gnocchi e uma guerra será instaurada nas ruas. A garota é dada ao Zelador para ser levada a uns amigos de Code, coisa que Perez não aprova. Lugosi inicialmente declina viajar, revelando que tem apenas 3 anos de vida, mas acaba convencido de ir. Raddos se livra da cabeça do mafioso morto e eles partem (OH YEAH, TEREMOS CROSSOVER ENTRE CENÁRIOS E JOGADORES!)

- O fechamento revela Gonzo e Vargan os observando por trás do gradeado do aeroporto. Gonzo revela que essa foi uma estratégia, que ele aproveitou, fazendo o grupo enfraquecer uma família e levar justiça às ruas, mas sem revelar o cangaceiro e seus amigos. Também, fez que a família rival atacasse os Gnocchi, possivelmente anunciando o momento de fraqueza deles, os incentivando a um ataque de oportunidade. Vargan questiona a atitude, dizendo que uma vez que as outras famílias destruam os Gnocchi, ficarão mais fortes. E Gonzo diz que após uma guerra o vencedor enfraquece e então ele poderá atacar. As famílias começam a brigar entre si, um período de guerra entre gangues assola Elysium e Gonzo comemora, já que poderá levar em frente seus planos quanto à eliminar bandidos, ainda que seja manipulando os outros.

Decisões tomadas:

Transmitido em: 14/08/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 15 - Importação de problemas ~ Crossover Elysium x Grey AvalonEdit

- O episódio começa com uma introdução de Alexandre Sagas explicando um misterioso ocorrido. Um avião caiu na década de 90, matando todos os passageiros. No entanto, em 2013, o avião pousou surpreendendo a todos no aeroporto do Galeão. Ele foi percebido por um controlador de vôo e um cadete que trabalhava no local, um cadete chamado Menezes (SIM, É AQUELE DO RPG DE ZUMBI).

- O grupo chega em Grey Avalon e Code reencontra Lyliam, que desde que Evans se foi e não voltou, ela ficou indo ao aeroporto diariamente esperando pelos amigos, no entanto apenas Code veio e lhe explicou o ocorrido com Evans, também dizendo que sua assassina foi morta – não incriminando Raddos. Code diz também que sobreviveu a uma tentativa de assassinato. Graças à sua relação com ASB e a guilda dos tecnomagos, Lyliam conseguiu através de Odaik e Mike unirem o grupo de Grey Avalon com o de Elysium. Frente à outras necessidades, o grupo se divide, indo odaik e Mike com Lyliam e o grupo, e Dueror e Lugosi com o restante do pessoal de Grey Avalon.

- No carro, Lyliam explica o que está acontecendo. Inicialmente, ela foi convidada para ir até G.A. para ajudar soldados feridos e amputados que lutavam contra Reddstar, tendo trabalhado na Lumiere Labs. e deixando Evans em Elysium cuidando da Guilda Atalaia, no entanto Evans sofreu uma tentativa de assassinato e, após isso, investigou a fonte da ameaça, descobrindo que a guilda rival havia sido a mandante do ataque e tinha relações com o Lumiere Labs. Fugindo com os documentos, foi encontrar Lyliam alertando-a do perigo. Ela então, com um cartão roubado de um funcionário de nível superior na companhia, descobriu no subsolo do prédio uma base ocupando uma grande parte de Oldtown. Ela viu, em cápsulas, seus soldados pacientes, com implantes, servindo de cobaias para algum teste sombrio.

- Lyliam se manteve trabalhando mantendo as aparências e tentando encontrar uma solução com Evans até ver, na televisão, a chegada de Code. Ela enviou Evans para Elysium e foi aí que ele morreu. O plano era tirar Code de Elysium, uma vez que ele estaria correndo risco e a própria viagem para o Além-Muralha pode ter sido providenciada pelo misterioso inimigo da guilda concorrente (e atual dominante em Elysium). Agora, com ajuda de todos e a crescente ameaça da guerra dominando as ruas de Velen, eles decidem acabar de isso por uma vez de todas.

- Chegando ao residencial bairro de Oldtown, composto de casas e apenas o prédio da Lumiere Labs, Odaik através da T.A.R.D.I.S. aciona o alarme de incêndio e cria um loop nas câmeras, fazendo o lugar ser evacuado. Mike dá uma esmola para um pivete que o aborda, ao ser perguntado sobre seus pais ele diz não saber, o que sensibiliza o policial. Em sequência, teletransporta todos para o interior da construção e com um clone do cartão roubado Lyliam os guiou até o lugar que viu. Eles encontraram os soldados, agressivos dentro de suas cápsulas. Foram todos pacientes de Lyliam que pensou tê-los dado uma vida melhor. Os personagens percebem que eles são Raivosos, como zumbis com implantes mecânicos assim como Code. Lyliam revela que é a culpada por isso, já que ela era a líder do projeto de desenvolvimento das próteses.

- Odaik e Raddos percebem que atrás daquela porta era possível escutar um idioma estranho (também presente em diversos escritos do local) e vozes de crianças. Lyliam diz que havia já encontrado esse idioma em memorandos e que eles eram ensinados apenas aos funcionários de alto escalão da empresa. T.A.R.D.I.S. consegue a informação de que se trata de um idioma antigo de um povo perdido, cujo nome não é encontrado. O grupo decide abrir a porta para investigar, e ao fazer isso a mandala de Yatatso arrebenta e voa pela porta, sendo sugada por um duto de ar. Yatatso vai pegá-la e acaba sendo percebido por dois cientistas que o ameaçam com seringas e ele acaba denunciando a presença do grupo. O corredor é uma espécie de sacada, circundando um enorme parquinho infantil cheio de crianças, provavelmente cobaias de teste.

- Uma cena mostra o artefato caindo pelos dutos de ar, indo parar em um reator circular na área mais baixa da construção. A imagem mostra um slot com seis mandalas (todos os espaços da máquina preenchidas) idênticas, e a mandala de Yatatso atraída vai para lá, excedendo o poder da máquina e dando curto circuito na base, alertando o alarme que rapidamente é desativado e apaga as luzes do lugar, às mantendo apenas na luz de emergência. Esse rápido pico de luz faz os Raivosos se liberarem das cápsulas, Odaik dispara uma esfera de luz quase cegando Raddos. Lyliam consegue retirar todos da sala, fecha a porta e a bloqueia com o cartão-chave, o quebrando no slot.

- O grupo segue pelo local, passando por um corredor de vidro, por onde os cientistas fugiram. É possível ver uma parede imensa repleta de bebês tomando sangue, em pequenas cápsulas ovais. Alguns estavam mortos. Claramente era uma emulação do berçário visto no hotel, no Além-Muralha. Após ali o grupo desce e Yatatso é pego por tentáculos com mãos que saem de um duto, enquanto tentava se comunicar com uma criança por trás de uma porta de vidro. Ele é finalmente salvo do monstro por Raddos, Code e Odaik. O grupo tem um rápido desacordo sobre o que fazer com as crianças, e decidem voltar até uma porta vista antes e não aberta.

- Chegando lá, eles encontram uma sala de controle, com câmeras e operadores. Um disquete (com um CD dentro) é acionado. O primeiro vídeo mostra um homem sentado em uma cadeira ouvindo uma música tranquila, e assim que uma música mais agitada toca, o homem entra em mutação, com uma cabeça de cachorro saindo de sua boca e seus membros se retorcendo, o fazendo ficar com a aparência de cachorro. O cientista revela ser uma arma de guerra ativada por música, cujas cobaias são pessoas que ninguém jamais procuraria: mendigos, prisioneiros e crianças de orfanato. O próximo teste é uma tentativa de reanimação de cadáveres mortos, que provavelmente falhou.

- O segundo arquivo já revela uma mina de mandalas, e o cientista no vídeo explica ser uma formação natural (como flocos de neve) capaz de prover muita energia. É explicado que esses artefatos são sempre atraídos pelo reator – em distâncias longínquas a mandala se teletransporta, sendo atraída como metal ao imã. Então depois é mostrado uma redoma destruída, com astronautas mortos dentro há provavelmente mais de mil anos e é dito que nessa redoma, junto da mina de mandalas, foi encontrado o primeiro reator. A partir dali, a tecnologia foi clonada e a primeira dessas redomas, que logo se descobriu ser uma nave, foi operada por uma capitã que desapareceu com a nave. É revelado que naves das Nações Unidas foram enviadas em uma missão secreta para recuperar a tecnologia e o vídeo revela as naves do missionário levantando vôo para seguirem até Elysium, revelando o envolvimento de governos nessas operações.

- O cientista adverte que cada reator tem um número certo de mandalas para ser usado, se mais for usada a desordem acontece. Uma característica desses reatores é ser capaz de alterar condições e leis de um lugar, como a gravidade e o espaço-tempo, criar campos perfeitos de batalha entre outras diversas possibilidades para uso militar. Isso leva o grupo a concluir que a Lumiere Labs. tentava emular o Além-Muralha a favor de Reddstar, criando até mesmo Raivosos com a tecnologia de implantes do Code. Após isso, o lugar começa a tremer e o grupo escuta o som característico da Legião: o “GIGIGIGI”. É escutado o som de vidro quebrando e explosões acontecendo, assim que o grupo sai e o corredor de vidro encontrado é visto destruído. Há um enorme buraco na parede. Mike pouco antes havia visto por sua visão periférica algo se movimentando ali, provavelmente uma coisa gigantesca. É possível notar um ciúme de Code pela simpatia de Lyliam ao Mike.

- De repente, o grupo se vê na primeira sala, onde os Raivosos estavam. Eles estão mortos e a sala está de cabeça pra baixo, com a porta presa na parede. Na outra sala, as paredes de vidro viraram o chão e todas as crianças estão mortas no vidro misturadas como gêmeos siameses, presas a ele, embora a sala toda tenha mudado de configuração. Com as crianças presas ao vidro, sem cair, provavelmente a gravidade foi alterada. Isso abala Yatatso e Mike, e Odaik percebe que provavelmente o reator em contato com a mandala do samurai distorceu a realidade ali. Odaik pega o cartão quebrado que Lyliam havia colocado na porta e o conserta, levando consigo. O grupo segue, chegando na sala do corredor de vidro. Um dos cientistas que fugiu do samurai antes é visto, preso ao teto, com apenas os ombros pra baixo sendo vistos. Sua cabeça e pescoço se misturaram ao teto, deixando seu corpo pendendo de um lado ao outro. Só resta, de caminho, o enorme buraco na parede visto anteriormente pelo grupo. Antes que decidam algo, o chão sede.

- Os heróis caem no subsolo, uma enorme sala destruída, cheia de corpos no chão – incluindo os dos bebês que estavam na parede. Eles visualizam uma Legião ali, em menor escala, presa ao teto, parada. É possível notar nela implantes do Code também. No entanto, ela não ataca, apenas faz o seu som típico com muita fraqueza. Logo o grupo repara que, dentro os vários braços do monstro, surge outro monstro, um verme. É Rotterdam, e ele estava se alimentando da Legião. Lyliam não aguenta e vomita, sendo amparada por Odaik.

- Rotterdam é um verme fundido com nada mais nada menos com mais um modelo das máquinas de guerra RK, no caso, a RK-7000. Um verme cheio de furúnculos soltando gases venenosos e vermes, um rabo com um ferrão enorme, asas e tentáculos saindo de suas patas e boca, com pequenos sulcos para sugar sangue. O monstro repete, seguidas vezes, o nome de Code. O monstro é enorme e quase devora Yatatso e Mike (que tentava salvá-lo), puxando-os com seus tentáculos e lhes sorvendo o sangue, recuperando a energia. No entanto, a fraqueza do bizarro experimento era não poder se esquivar, devido seu tamanho muito maior que o da sala. Com isso, o grupo a venceu, com o ser tentando fugir, acuado.

- Enquanto isso acontecia, Code e Lyliam foram até o reator. Mike consegue acalmar a criatura, que começa a repetir o nome de Code e a palavra “filho”. Raddos tenta matar a fera com seu machado, mas desiste a pedido de Code. Os dois conseguem tirar a mandala de Yatatso do reator, um motor esférico preto com os slots embaixo, e correm até a fera. O monstro então balbucia a frase “eu te a-”, não terminando. De repente, a base volta a sua configuração normal.

- Agora, com a base em sua forma real, sem as distorções do reator, Rotterdam terminou morto por ter se misturado ao metal da fortaleza. Mike resolve abrir o bicho e encontra algo aterrorizante: homens, inteiros, em seu estomago. Ele aproveita e retira a medalha do RK-7000. Code vai ver e encontra... seu pai. Vários dele, na verdade. Mortos dentro do verme. Lyliam se aproxima com um memorando em mãos que encontrou no chão, contando sobre um projeto de clonagem de Bower, o pai de Code. E é revelado que ele foi, também, o desenvolvedor da nave da Imperatriz. E que o teste visava misturar esses clones com máquinas ou outros corpos vivos para extrair o conhecimento, e que uma das reações adversas era a repetição sistemática das últimas palavras ditas pelo corpo original antes de morrer, memória essa que era reproduzida pelos clones. Isso sensibiliza Code, que é abraçado por Lyliam.

- O sistema de autodestruição é automaticamente ativado por conta da quebra na segurança e o grupo foge, no entanto, sem poder atravessar a cápsula de vidro, encontram um buraco no teto com claridade saindo (a base era no subsolo de Oldtown). Odaik usa seus poderes para levitar e erguer seu corpo e o grupo, e Code usa seus jatos nos pés para subir. O pivete que os ajudou antes os vê, tentando ajudar. Mike dá um Rolling Thunder no teto abrindo uma cratera e escapando. O grupo foge, Raddos ajuda Odaik que usou toda sua força para fugir e Mike ajuda o menino de rua. Lyliam foge com eles em seu cadilac, e em seguida uma explosão carrega parte de Oldtown e faz o prédio da Lumiere Labs, de 12 andares, desabar.

- O desfecho mostra o grupo nos arredores do aeroporto. Mike e Odaik agradecem a ajuda e o policial reporta sua missão, falando da possibilidade de existir sobreviventes no desabamento e explosão. Toda a base foi incinerada, restando apenas os discos e memorandos que Odaik, Lyliam e o Code levaram. O garoto diz que os pais haviam sido levados para o prédio que desabou, provavelmente tendo morrido sendo usados como cobaias. . Mike decide levar consigo o garoto, que é revelado ser o alter ego de Bruno, ajudante de Alexandre Sagas.

- O grupo ficará mais uma semana em Grey Avalon, já que a nave precisa de reparos. Code ajudará Lyliam. A ASB revela que nenhuma aeronave pode transitar no espaço aéreo aos redores de Velen, no mar – ou seja, por onde o grupo veio – por conta da guerra. O jeito será ir por dentro de Grey Avalon, saindo em Neo-Japão. Yatatso, que assim como Mike já está curado, não se esquece disso, pensando em ir para sua casa. O grupo se despede e se separam para, quem sabe um dia, se encontrarem de novo.

Decisões tomadas:

  • Code decidiu não contar à Lyliam que foi Raddos quem matou Evans.
  • Code é sincero ao dizer que foi ameaçado de morte em Elysium.
  • Mike deu a esmola ao pivete e, posteriormente, o levou consigo.

Transmitido em: 21/08/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 16 - Vendetta orientalEdit

- A introdução mostra a Governadora Quincy, o presidente e outros políticos falando com um espelho que parece prever todo o futuro. Eles prometem mais oferendas para alguém ou algum lugar, anunciando que presidiários e uma missão governamental seria mandada "para lá". Depois é mostrado Gonzo com sede de sangue, louco, avisando de que há um banho de sangue em andamento.

- O grupo chega em Neo-Japão pousando em um campo que Yatatso plantava, mas pelo seu sumiço por dois anos acabou vendo a plantação morrer. Uma chuva cai e, ao chegar em sua vila, não há mais nada, apenas sinais quase invisíveis de que houve uma cidade ali. Um grupo chega em jeeps, eram antigos moradores dali, sendo agora milicianos de um chefe cujo nome ninguém sabe. O grupo os intimida com sucesso e volta à Nave do Missionário, mas algumas peças foram roubadas. Eles rumam até a vila.

- Lá o grupo mata dois guardas e invadem a vila, sendo repreendidos pelos moradores que parecem apoiar. No meio da confusão, surge um samurai cego chamado pelo povo de Oni. Ele é cego com duas cicatrizes no rosto em forma de X. Ele foi o responsável pelo assassinato da família do Yatatso, e vai ser enfrentado. Ele moveu dali todos os moradores da outra vila e os ensinou a lutar, os deixando fortes. Yatatso o desafia, e quatro samurais de elite entram no castelo. Um amarelo (que na realidade é uma mulher, o descontrolado verde, o azul (que na realidade é um negro, ao tirar a máscara) e o rosa, um machão. O grupo é vencido e, no telhado, o samurai enfrenta Oni, que revela seu nome real, Shi.

- Durante suas lembranças, é revelado que Shi, ainda criança, matou a família de Teita. E que Gonzo, considerando-se o melhor samurai do mundo (embora não fosse um Neo-Japonês), foi buscar vingança pelo amigo anos depois (após os eventos com Yatatso) e o cegou do outro olho, fazendo a segunda cicatriz em seu rosto. Parece ter sido Shi o responsável pela crença de Teita sobre apenas os mais fortes sobreviverem, e também Shi parece não ter aceitado muito bem até os dias atuais a derrota para o samurai-cangaceiro.

- Shi revela que é irmão de Yatatso e que no passado o sensei, real pai dos dois, abandonou o filho e deu Yatatso ainda bebê à família que o samurai pensou a vida inteira ser seus pais por não desejar mais a vida. O irmão mais velho então massacrou os pais falsos de Yatatso e poupou o garoto. Ele fala que os heróis nunca são lembrados, apenas os "vilões": ditadores e assassinos, e é deles que as pessoas se lembram. Os heróis são apenas um conforto para pessoas que preferem ser fracas sem fazer nada. Yatatso perde, quase vencendo o seu nemesis. Nega se unir a ele, e foge.

- O grupo ainda tenta matar o líder, mas fogem para a nave uma vez que moradores da vila (cerca de 30) tentaram o impedir. Os heróis partem, Shi diz para que eles nunca mais voltem, ateia fogo na vila e parte, matando todos os moradores por serem fracos e por terem deixado todos fugirem. A antiga vila de Yatatso é eliminada e o grupo volta para Elysium.

Decisões tomadas:

  • Yatatso não quis se unir à Shi.
  • Yatatso fugiu, não conseguindo vencer Shi e sacrificando a vila.

Transmitido em: 28/08/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 17 - Lar quase larEdit

- Grupo chega em Elysium voltando de Neo-Japão e percebe que a cidade está levemente diferente. Os Gnocchi foram destruídos e as outras famílias mafiosas enfraqueceram e, após uma guerra de gangues, a cidade acabou se abalando. Farmas voltou ao normal não estando mais aleijado, foi curado por alguém que ele não conhece... e vendeu a protese dada por Code. Tar virou modelo fotográfico, bancando seu tio Kaiser...

- Os heróis recebem uma ligação de ninguém menos que... Gonzo. Ele marca um encontro no shopping com eles, bem na praça de alimentação, na hora do almoço. Quando todos chegam lá, Teita está comendo um prato vegetariano (e então descobre-se que ele é), usando boné e roupas comuns. Gonzo está com seu chapéu frente à mesa. Garius está jogando um minigame. Gonzo os adverte que o torneio da máfia começará em 5 meses e é bom que eles estejam preparados.

- Os heróis se separam por 5 meses. Dueror volta a sua terra natal para treinar, Code casa-se com Lyliam e adota oficialmente a filha dos Gnocchi, Raddos isola-se na floresta, Lugosi volta à sua cabana, Yatatso decide meditar e treinar sozinho.

- Voltando para o plano real, o grupo dirige-se para uma velha locadora. Uma música oitentista pode ser ouvida e brilhos vistos saindo dela. Sagas sabe que se trata da presença do Corruptor. Enquanto o grupo avança em um carro dirigido por Bruno, Sagas os lidera em sua harley. Chegando lá, é Patricia possuída pelo Corruptor, abrindo um portal. Há pedaços de indios mortos no local, construções, objetos antigos. Sagas percebe que um duelo ali será perigoso, então teletransporta todos para o Porto do Rio, revelando então o seu poder.

- Uma vez no porto, Patricia (dominada pelo Corruptor, usando seus poderes) luta contra Sagas, ambos flutuam e desaparecem no ar. Seres de sombras surgem, possivelmente Raivosos, sendo que estes expelem insetos de vários tipos por todos os seus orificios. A luta estava complicada, mas os Refugiados chegam para ajudar, com Ivo, Uno e Duo ajudando. Após o duelo, Sagas também vence Patrícia que cai desmaiada. O grupo escolhe não matá-la.

- Ivo, líder dos motociclistas, revela que Patrícia se infiltrou no Instituto Sagas para espionar, pertencendo ao grupo dele, mas terminou por se sentir confusa moralmente e desistir da missão. Patrícia é a razão deles estarem ali, já que eles conseguiram rastrear a aliada. Ele a protege e começa a provocar Sagas convidando o grupo para abandonar o velho e unir-se a ele, dizendo que Sagas os esconde a verdade e os trata como fantoches, enquanto Ivo se arrisca junto deles, os considerando como amigos diferente do psicologo que os considera só como alunos. O grupo escolhe não se unir, embora Marcos e Zanirato considerem a ideia por instantes.

- Sagas diz que Ivo apenas mostra essa proximidade para manipular seus lacaios e que na realidade Ivo é arrogante o suficiente para considerar o fato de ser um aluno algo errado e que não há nada errado em ser aprendiz. Ivo retruca, mas Zanirato consegue diplomaticamente mediar uma parceria entre os dois que terminam apertando as mãos e decidindo lutar contra o Corruptor juntos, argumentando que o inimigo é o mesmo para ambos e eles unidos será o melhor jeito de combater.

Decisões tomadas:

  • O grupo escolheu poupar a vida de Patrícia.
  • O grupo escolheu continuar com Sagas.

Transmitido em: 05/09/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 18 - O torneio da máfia Edit

- O grupo se reune novamente, 5 meses depois (e também após o fim dos episódios de Grey Avalon e Neo-Japão). Code casou-se com Lyliam, Dueror voltou para sua terra natal e treinou, Raddos pareceu mais agressivo e próximo do que era no começo de tudo, Lugosi ganhou uma cicatriz e Yatatso ganhou uma cicatriz e está cabeludo. Code dá aos amigos os equipamentos finais após muito trabalho e dinheiro gasto (sacrificando até mesmo a lua de mel) e um carro os leva até o porto de Prodias para o início das lutas tão esperadas.

- Chegando no armazem principal, o grupo revê muitos conhecidos. Shiva, uma mulher misteriosa com braços metálicos, o grupo de aço (agora com um samurai revelando-se no grupo) e Gonzo e sua turma com um gigantesco idoso controlando eles, conhecido como O Líder, líder do grupo sem nome.

- Envolto nas sombras, o dom da atual maior família de Prodias dá início ao evento, comendo carne humana... As regras são: Sem itens, grupos com 5 pessoas e quem ganhar 3 vence, para desistir basta gritar sua intenção, as lutas são apenas um contra um. Caso as regras sejam quebradas, ninguém menos que Chacal e um misterioso elfo (ligado ao Raddos) estão ali.

- O grupo passa pelas lutas primárias, vencendo sem problema. Maraneus, em um grupo só feito de si mesmo (porque a máfia quer matá-lo, por ele ter roubado as espadas) e Gonzo luta contra Shiva. Gonzo coloca um verme em Shiva e todos os pássaros dos arredores invadem a arena, passando pela platéia e cobrindo o lutador, bicando-lhe e lhe arrancando a pele. Shiva ainda tenta lutar, mas sem força, prestes a perder os olhos para pombos e gaivotas, desiste... Antes de desmaiar vê Gonzo dando um selinho em Kulara. O Líder, revoltado, manda Gonzo se desculpar, mas o lutador já está desmaiado. Na próxima luta, em um tapa, Vargan arremessa longe e desmaia a lutadora com braços metálicos, que se revela a Governadora Quincy, disfarçada, lutando como nos velhos tempos - onde ela era invicta antigamente. O resto do grupo desiste, sendo vitória do "Grupo Sem Nome". O mesmo acontece com os Mercenários de Aço, que são ameaçados para desistir, não lutando contra os heróis. - Um grupo de lutadores escondidos em véu os espera, os "cinco diabos". A primeira luta do grupo é Lugosi contra Togabi, um homem centopéia. A luta é intensa e cansativa, Togabi tem a capacidade de arremessar seus próprios pedaços e se tornar mais rápido (e perder o limite de HP) e atropelar o urso, mas ele consegue vencê-la com seu florete. O próximo duelo é surpreendente, o maior dos lutadores se revela Cyber Rutz. O lenhador, de outrora, agora ciborgue. Um flashback mostra quando Rutz estava ferido no Além-Murelha e se escondeu numa árvore, ficando ali por uma semana se alimentando das próprias lágrimas. No entanto, um homem misterioso o resgata e leva consigo... Esse alguém rastreava Code, que possuía em sua maleta de ferramentas um dispositivo que enviava sinais para alguém. Agora, querendo vingança e carregando um gigantesco e tecnológico machado, Cyber Rutz arranca um braço de Raddos no duelo, que continua de pé e confuso, desiste. Mas Rutz continua lutando e avança novamente, e termina parado por Chacal que, num ato de extrema força, o arremessa-o para o teto, destruíndo o telhado. Rutz explode, por possuir uma bomba dentro de si. O machado cai na direção de Raddos, que é salvo por Tar que havia chegado inexplicavelmente JUSTO naquele momento. Tar desmaia e Raddos fica vivo, mas muito ferido. Kulara vai salvá-lo, ficando quite com o grupo, embora o braço não possa ser recuperado. A arena está destruída.

- A próxima luta é rápida, Code enfrenta Jigel, outro mutante. Um rifle sai de sua boca e ele dispara em Code um veneno que irá matá-lo em instantes, mas Code consegue se curar através de um dos equipamentos que criou e, com sua shotgun, fica invisivel e surge atrás do monstro atirando em sua cabeça e a explodindo, vencendo o duelo. Pestario então, um homem metade-aranha, criado pela ciência, desafia o samurai Yatatso. Usando suas teias paralisantes, ele consegue deter os movimentos do neo-japonês por alguns momentos, mas mesmo assim, na hora crucial, prestes a ser atacado o samurai dá um slide e enfia sua katana no toráx do inimigo. Desesperado, Bremar, irmão de Pestario e outro oponente vai socorrê-lo e o aranha diz que todos foram usados. Também com uma bomba em seu interior, Pestario se autodestrói e Yatatso esquiva em segurança. Coberto com o corpo do irmão, Bremar desaparece em meio ao público que vibra. O Grupo de Ferro avança para a próxima fase onde, finalmente, enfrentarão Gonzo e cia para então Dueror enfrentar Maraneus.

Decisões tomadas:

Transmitido em: 12/09/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Episódio 19 - Confronto Edit

- Uma semana depois após o último episódio, o torneio continuou, após o ocorrido que destruiu a arena nas lutas anteriores. Chegou o momento de enfrentar o grupo sem nome. Ainda na Guilda, Code fez um braço mecânico, como o seu, para Raddos. Raddos acorda e pode ver o novo braço... completamente rabiscado pela filha adotiva de Code e Lyliam, que desenhou todos do grupo nele sendo Dueror um borrão preto com olhos redondos sem colorir, Code um boneco de palito com cada palito de uma cor, Lugosi um teddy bear (urso de pelúcia), Yatatso um samurai com cabeça de raposa e Raddos um bonequinho sorrindo. Isso sensíbiliza Raddos, especialmente quando Tar rabisca "ANIGU" na representação do assassino, o garoto está aprendendo a desenhar. O grupo decide deixar Lyliam na Guilda.

- O grupo é levado para a arena, mas dessa vez em um lugar diferente... A Ilha Kimba, uma ilha nos domínios do Alem-Muralha repleta de esculturas de leão, pertecendo ao misterioso Don da máfia que organizou o torneio, uma vez que a arena no porto foi destruída. Durante o navio que leva lutadores e convidados, um avião barão vermelho passa pelo navio rumo a ilha com O Grupo Sem Nome. Os mercenários de aço desejam sorte ao grupo, dizendo que o oponente é muito difícil e por isso desistiram. Falam que estão na torcida. Soufat fala que não está apostando neles porque, claro, eles não foram em seu programa. Já na ilha, Tar e Farmas desejam sorte e ficam na torcida. Kaiser pode ser visto ao longe, apostando.

- Antes da luta, o líder da máfia se apresenta: É Arsol, um cabeludo de óculos escuros. Dessa vez o número de espectadores é muito maior, assim como a arena, localizada na imensa mansão do mafioso. A primeira luta é Dueror contra Vargan. Dueror consegue atingir o inimigo com uma técnica capaz de lhe destruir todo o poder mágico, no entanto Vargas diz que para ter a força absoluta, sacrificou toda essa sua capacidade - sendo apenas força bruta. O monstro então inicia um sangrento duelo com o golem, ficando a perigo. Dueror consegue acertar uma bala na cabeça de Vargan que não consegue penetrar o musculo e ainda é retirada pelo lutador, que desfere um gancho em Dueror e o lança na platéia, o fazendo perder e quase perder a vida.

- A próxima luta é Yatatso contra Garius. Garius retira uma ocarina azul e toca uma música (a de Tetris) fazendo uma chuva de pedras coloridas caírem na arena. Todos os golpes dele são baseados em jogos de videogame, como o pássaro no tapete de Super Mario Bros. 2, que usou para esquivar das investidas de um Yatatso muito diferente do que já foi visto: um Yatatso enfurecido, possuido pelo seu próprio poder de luta e adrenalina, muito mais poderoso. No entanto, apesar de todos os esforços, Yatatso não consegue vencer e é derrotado pelo cansaço.

- A próxima luta e a decisão dos duelos está nas mãos do meio-urso Lugosi. Ele lutará contra Kulara, enquanto da plateia O Líder assiste atento a tudo. Kulara diz que todo dano desferido a ela irá diretamente para Raddos, e explica que só o curou quando o El'Zel perdeu o braço para que pudesse criar uma condição e ter um triunfo. Lugosi, sem saber o que fazer, inicia um duelo psicológico com a clériga. Tenta se machucar para ver se a cura de Kulara poderá salvar Raddos, mas sem sucesso. Raddos diz que o urso pode atacar e ele não se importa, mas a amizade fala mais alto e Lugosi não se permite fazer isso - no entanto faz algo pior: Quebra o seu chifre, de urso-unicórnio, para que Kulara desista. Sabendo que Lugosi é provavelmente o último de sua espécie com chifre, Kulara se sensibiliza com o sacrifício e desiste, peitando Gonzo em troco do que ele fez a Shiva. A platéia fica chocada e Lugosi vence, conseguindo levar o grupo em diante. Ele sai da arena e Code promete consertar seu adorno.

- A próxima luta será contra Teita e finalmente Gonzo. Maraneus observa preocupado de longe o desempenho de Dueror. As apostas aumentam e a grande final está cada vez mais próxima.

Decisões tomadas:

  • O grupo optou por deixar Lyliam na Guilda.
  • Lugosi quebrou o seu chifre.

Transmitido em: 18/09/13

Assista o episódio aqui: Parte 1, Parte 2

Confira o log aqui

Episódio 20 - É tempoEdit

- Os duelos começam imediatamente, com a primeira luta de Raddos versus o ninja Teita. Um duelo sangrento tem início, Teita inicia usando sua técnica Metralhadora de 10 segundos, onde nesse tempo executa 100 golpes. Ele falha, Raddos é inatingivel e usa suas técnicas assassinas contra Teita. Prestes a ser vencido, o ninja tenta dar um último golpe no El'Zel, mas desaba no chão. Gonzo diz que sua derrota foi derivada da sua vontade cega de ser o mais forte.

- A última luta contra o Grupo sem Nome tem início, Gonzo contra Code. A primeira coisa que o cangaceiro faz, é colocar o lampião aceso no centro da arena e diz que, antes da chama apagar, a luta terminaria. O samurai dá um chute lançando Code aos ares e após perder alguns dentes, o garoto é arremessado em direção à platéia, desacoplando-se de todos os seus membros. Após, com esforço e negando a ajuda de Farmas, se reestabelecer, a luta continua e ele apaga todas as luzes da arena, ficando invisível. Gonzo obriga que as luzes se apaguem e então a única fonte de luz é a arena. O rosto de Gonzo é iluminado de uma forma sombria, como quem ilumina-se com uma lanterna e conta histórias de terror. Gonzo, aparentemente, está brincando com Code, inclusive em um determinado momento fingindo chutar Code, mas na verdade só aproximou sua bota a altura dos olhos do herói e o fez ver o número de seu calçado. Todas as tentativas de apagar o lampião foram frustradas.

- Code desiste, mas Gonzo ainda quer lutar. Apesar de ter desistido, o cangaceiro quebra as regras e quando Chacal tenta impedí-lo, o fora da lei o desmaia com o próprio lampião. Com as regras quebradas, itens acabam sendo permitidos. Raddos tenta impedir que Code siga sendo morto, falando de sua amizade inclusive, mas o inimigo ignora. Ele consegue puxar Code das mãos do assassino e vai afundá-lo no chão, o matando de vez. Code vê um filme de sua vida passando em sua mente... então faltando apenas alguns centimetros, Gonzo para e grita desistência. O cangaceiro grita para Arsol que perdeu já por ter quebrado as regras e ele apenas se retira dali, deixando todos surpreendidos enquanto o misterioso elfo observa o cangaceiro, apenas aguardando um ato errático. Gonzo percebe isso e respeita o poder dessa figura misteriosa.

- Voltando a Niterói, o grupo de sonhadores avança rumo a maior ameaça já vista. O grupo é o último a ver Sagas e tudo isso acontece enquanto todos estavam fora. Uma cena mostra alguém entrando no escritório do psicologo, e o doutor já parecia saber de seu destino, mas surpreendeu-se com seu algoz. Sagas seria morto naquela noite, durante a ausência de todos. Bruno os guia de carro, até sofrerem um acidente na ponte Rio-Niterói. Um gigantesco útero-cérebro-vagina com um olho e uma risada infântil sombria surge e o grupo batalha, até que daquele corpo estranho, no lugar do olho, sai a cabeça de um ser. E dessa cabeça, um monstro humanóide feito de miolos surge e, por última, vem a forma final do ser: um demônio capaz de flutuar. É ninguém mais ninguém menos que Len, transformado. É conhecido como o Gatekeeper, o dono do portão e uma das faces do Corruptor. Len parece estar sendo usado, e cita seu Pai, que pode ser a entidade do Hotel.

- O demônio convida o grupo a unir-se a ele e viver em um mundo de glória. O grupo percebe que está entre duas dimensões. Os Refugiados chegam de moto lutando contra cães peculiares, que são os animais de estimação deste deidade. N.V. decide unir-se a ele, mas quando Len é perguntado por este e não sabe uma devida e misteriosa resposta, Nouveau declina. O monstro, enfurecido, o golpeia nas costas com um poderoso soco, levando seu punho carne a dentro. Ainda, consegue arremessar um Cristo Redentor voador que explode em todo o grupo. Após uma sangrenta luta, no entanto, Len é morto... Isso apenas aconteceu porque os heróis conseguiram incorporar seus alter egos, lutando com seus exatos poderes. Os ossos se tornam metal. Lamentando-se, afundado em suas filosofias de um mundo melhor e contra a natureza humana. Com tudo tendo voltado ao normal, a próxima cena mostra o grupo no enterro de Sagas, com até mesmo os motociclistas prestando seus respeitos, mostrando uma amizade feita entre os grupos. O destino do grupo é incerto, mas continuará orbitando no Instituto.

- Voltando ao ano 6000, é hora da batalha final. Dueror contra Maraneus. Arsol, sem acreditar que o golem chegou até esse momento, ordena que seja a luta de todos contra Maraneus, mas o grupo declina e a luta se dá nos modos normais. A máfia deseja a morte de Maraneus porque ele roubou todos seus tesouros e o campeonato deveria ser um castigo, uma forma de matá-lo e ganhar dinheiro com apostas, mas eles falharam. Agora, as apostas vão todas para o golem que sozinho venceu todos os grupos e chegou na final.

- Dueror inicialmente reduz o poder mágico de Maraneus, consegue esquivar de seus golpes e usando as pistolas de mithril, acerta o inimigo. Maraneus fica completamente fraco e conta que usava poderes da escuridão para ter a própria força, por isso o grupo dos golens exterminou toda a raça e fez deles armas para matar. Uma vez fraco, Dueror o vence sem muitos problemas e escolhe não matá-lo. Maraneus conta que os inimigos de Dueror foram para a Lua... E vai embora, partindo, seguindo o mesmo caminho que o mestre do herói seguiu um dia, tendo servido a objetivos malignos um dia. Dueror o deixa ir embora, e Maraneus aceita o caminho da paz mesmo com relutância.

- Gonzo ri, feliz, da vitória dos heróis e vai embora com seu grupo. O Líder faz um joínha misterioso a eles, em sinal de "parabéns", apesar de ter perdido. Dueror ergue o troféu por ter ganho o torneio da máfia, o dinheiro ganho de prêmio fica com Code que dá quatro pedras para os amigos e então Dueror parte imediatamente, separando-se do grupo. Lugosi vai embora logo em seguida, com um olhar indecifrável.

- A cena então corta para Code voltando para a Guilda e sendo recebido alegremente por Lyliam e sua filha adotiva. Quando afastados, Lyliam vai até o espelho e observa um cabelo branco em si. Ela chora. Uma cena então revela diversos clones do pai de Code, criados por Auren, dono da guilda rival (que permanece forte, uma vez que Code não investiu durante os episódios na Atalaia). A Lyliam que está com Code é um clone, a original está morta conservada em uma capsula e essa tem os mesmos pensamentos e lembranças que a original e, por isso, virou as costas para seu criador e fugiu do laboratório subterraneo da Lumiere Labs, por isso ela sabia da existência daquilo. Clones envelhecem muito rápido e fica o dilema, sem que Code saiba: A Lyliam clone ainda é a Lyliam? Além, Auren está criando um exército de Cyber Rutz (esses que, no caso, não usam da tecnologia RK, apenas uma parecida).

- Yatatso retorna à sua vila em Neo-Japão, e quando chega lá encontra tudo destruído. Frente às ruínas do castelo de Shi, Yatatso encontra o guitarrista Shinji... E juntos eles começam a reconstruir o lugar. Yatatso parece ter aceitado seu erro, e morrer em nada adianta: viver e consertar os problemas, sim. Outra cena já revela Raddos no bar, sozinho bebendo, gastando parte do dinheiro do prêmio. Então um elfo entra, era um dos seguranças do torneio. Lorifas senta-se ao seu lado e lhe alisa o cabelo, falando que "gente como nós não pode ter amigos", acusando Raddos de ter se tornado fraco. Isso deixa o El'Zel furioso, o fazendo dar um soco no balcão e destruí-lo parcialmente. Uma lágrima de sangue escorre. Lorifas diz que eles se reencontrarão e acaricia a cabeça do elfo e parte, tendo-o encontrado após a morte da filha do Publicitário, que deu a localização de Raddos. Lorifas parte e a porta fica entre aberta, deixando no bar um homem pensativo.

- Lugosi volta para sua cabana após ter o chifre consertado (deixando-o com uma liga de metal), prepara-se para uma longa viagem e promete deter Daathilos. O urso-unicórnio põe fogo em sua casa e parte deixando-a em chamas. No entanto, assim que ele se afasta, um vento apaga as chamas e revela um sombrio rosto idoso, sorrindo. No céu, um aeroplano passa voando, possivelmente com Dueror. Uma cena futura mostra o urso-unicórnio em uma floresta chuvosa com um lábio gigantesco o cercando... Quem seria?

- A próxima cena revela um hotel barato, e uma cena anterior mostra o grupo partindo da Ilha Kimba e Lugosi se separa deles em uma rua, no entanto momentos depois um Lugosi sai de um banheiro quimico e procura pelos amigos. Quem seria esse outro Lugosi que os acompanhou?... Então no hotel, esse Lugosi vira um Raddos, um Code, Dueror e Yatatso, até se revelar Galeazzo, que os seguia todo o tempo se disfarçando dos próprios integrantes do grupo. O violinista pensa, e não sabe a razão de fazer isso... Então, com a câmera mostrando apenas o espelho, revela ele se transformando em um ser gigantesco e escuro, que se dissipa no ar. Por fim, é revelado que ele escapou do Alem-Muralha na nave dos heróis, como uma vassoura.

- A próxima cena mostra O Líder e Gonzo em sua nave, sobrevoando uma favela de Elysium. Gonzo mostra sua satisfação, durante uma conversa, explicando que o grupo por ter sobrevivido ao Alem-Muralha, deveriam estar com eles. E que eles eram a zebra, o grupo que ninguém apostaria. A vitória dos heróis fez a máfia perder muito dinheiro, uma vez que Gonzo já sabia que Maraneus desistiria ou perderia, por ter investigado o passado de Dueror. E por isso ele desistiu da luta contra o grupo. E Gonzo era quem havia apostado nos heróis, tendo ganhado todo o dinheiro dos criminosos e abalando profundamente a organização criminosa restante de Elysium, como era seu plano. Pelo seu gosto por caos e justiça, o cangaceiro abriu a maleta de dinheiro no ar, fazendo uma chuva de grana cair no gueto da cidade fazendo com que todos brigassem por algumas notas. Mais uma vez, ele usara os heróis. No entanto, uma cena final revela Gonzo com parte do dinheiro sujo que ele se livrou, entrando em um conflito pessoal e salvando sua mãe doente no hospital, que tinha a vida mantida por máquinas.

- O misterioso espelho de Elysium começa a fazer suas previsões baseadas em consequências, reunindo a Governadora Quincy, o presidente, entre outros políticos e empresários. Referente ao meteoro, ela diz que "há 99,9% de chances de cair neste planeta" e que ele cairá em 2 anos, 19 dias, 36 horas, 11 segundos. Também diz que há "99,7% de chance dos sacrificios para, como vocês conhece, Além-Muralha, não valerem" e então "87,7% de chance de Grey Avalon ser a ideal para os sacrificios". Para sanar essa fome do Alem-Muralha, mais sacrificios serão necessários.

- Numa cena de revelações, é mostrado que a base da Lumiere Labs na verdade não servia a Reddstar, e sim à Elysium que faria da guerra um grande sacrifício para alimentar o Alem-Muralha, coisa que aconteceu no passado quando lançaram crianças, criminosos e idosos abandonados na selva. Elysium, todo o país, é o corpo de Banidoro, o demônio que os heróis lendários mataram. Uma guerra entre Elysium e Grey Avalon parece programada. O Governo, inclusive, usou o inimigo de Code em sua missão. Elysium só pode existir com a inexistência de outros, com a morte. É revelado também que o "Filosofo", que entrou em contato com o grupo, é o alter ego de Sagas. O avião dos anos 90 que caiu em nossa realidade e pousou décadas depois, era pilotado pelo alter ego do dono da Nave do Missionário, e em ambas as timelines ele desapareceu, sendo retirado do tempo. No subsolo, aquele ser preso continua arrebentando as correntes e subindo... Se Elysium é o corpo de Banidoro, Elysium realmente existe ou é uma ilusão desse monstro?

- Outra cena mostra o pai de Code com um bebê em mãos e na frente dele uma mulher cuja aparência não pode ser vista. Depois, um ser dentro de um lugar com líquido vermelho, o ser que deu a luz ao Len, falando que humanos só vivem para destruir. Que tem matado seus filhos. E dizendo que, se humanos matam seres menores, porque seres maiores não podem destruir humanos também? Era o Corruptor, mas ele seria mesmo o Corruptor? Outra cena mostra Raddos observando e vigiando Code e sua família, ele sendo observado por Lorifas, e todos sendo observados por Galeazzo.

Decisões tomadas:

  • O grupo venceu o torneio da máfia.
  • Dueror deixou Maraneus viver.
  • Apenas Raddos e Code optaram ficar com o dinheiro do prêmio.
  • O grupo não derrotou Gonzo.

Transmitido em: 26/09/13

Assista o episódio aqui

Confira o log aqui

Animação de desfecho

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.