FANDOM


The Black War 01

Avalon sob ataque.

A Guerra Negra
foi um evento de suma importância que aconteceu em Grey Avalon antes da mesma receber este nome. O evento levou milhões de vidas consigo e mudou profundamente a história da região, iniciando uma nova era de escuridão para todos que residiam ali.

HistóriaEdit

PrefácioEdit

Avalon (como era chamada antes), não era somente uma grande região de proporções continentais, mas sim um império composto de diversos distritos menores que contribuiam para o bem da nação geral. Governado pela tradicional família imperial Arkensen, Avalon sempre foi caracterizada por ser um reinado de paz e prosperidade, onde planícies, reinos e castelos magníficos repousavam em suas terras férteis e protetoras.

Avalon 01

Uma das partes de Avalon vista de longe.

A região era muito bem protegida pelo exército imperial, além de outras companhias militares menores que faziam escoltas e guarda local. O arcanismo sempre foi forte em Avalon devido a ligação mágica da família imperial com o ocultismo e práticas de manipulação de energia neutra, que também eram reforçadas pela presença do clero e da escola de magia negra no castelo imperial.

Avalon se sustentava bem economicamente sempre teve boas relações com outros continentes e governos, sendo essencialmente um local de paz e harmonia, mas que havia triunfado longas e heróicas batalhas no passado para chegar no estado que chegou.

A ameaça sombriaEdit

Durante um severo inverno no ano de 3520, Avalon foi ameaçada por estranhos acontecimentos que tomaram conta de várias partes isoladas do reino, até eclodirem em grandes eventos finais.

Pequenos e estranhos ataques estavam acontecendo em regiões isoladas, inicialmente atacando vilarejos pobres até a escala aumentar e começarem a antingir cidades e reinos. As autoridades locais e logo, o exército não conseguiam identificar exatamente o que estavam causando os ataques, relatos apenas diziam que eram "humanóides negros, parecendo sombras com tatuagens rúnicas que emanavam um estranho brilho azul e que só aparecem a noite". Essas "criaturas" então foram nomeadas como Dahakins (nome élfico para "pesadelos vivos") devido aos seus hábitos noturnos e cruéis.

The Black War 02
Aparentemente, os Dahakins falavam muito pouco e compreendiam menos da língua usada em Avalon, quando finalmente após diversos ataques, um deles falou claramente para que a população aterrorizada em meio as chamas pudesse entender:

"Nós não queremos nada em específico. Viemos apenas acabar com essas terras e consumí-las em sombras, para que nossa espécie exilada se perpetue. Viemos de fora de Elysium". 

Os quatro senhoresEdit

Desde então, a família imperial iniciou um confronto e mobilizou todas as forças, guardas e aventureiros para que impedissem os avanços dos Dahakins que pareciam se multiplicar a cada noite em que apareciam, demonstrando sua crueldade e instintos de assassinato através das sombras e magias negras. O confronto durou cerca de 10 longos anos e consumiu a sanidade, esperança e esforços de todo e qualquer indivíduo vivente em Avalon, onde, os que não foram mortos, fugiram e se esconderam em terras para além da luz da lua. 

The Four Shadowlords
As coisas não iam bem para a família real durante a guerra, parecia que quanto mais pessoas morriam nos confrontos, mais Dahakins apareciam no cair da noite, criando imensos arrastões de morte e desolação por onde passavam. Em pouco tempo, os líderes da tribo maligna foram revelados, eram quatro Dahakins maiores, mais fortes, inteligentes e hábeis que controlavam facilmente todos os outros.

Seus nomes nunca foram ditos ou especulado por outros Dahakins, eles agiam todos de forma obediente e com extrema sede de sangue, querendo apenas abalar Avalon e transformá-la num império de sombras.

O segundo exílioEdit

Embora a guerra não estivesse indo bem e a família imperial (juntamente de qualquer outra pessoa que vivia em Avalon) estivesse perdendo seus esforços e soldados em guerra, uma luz surgiu quando o imperador decidiu entrar diretamente em confronto com os quatro senhores dos Dahakins, marcando um confronto final em frente as portas do castelo imperial (que era o único que faltava ser destruído).

The Black War 03
Os quatro senhores então apareceram diante o imperador, junto de sua legião de assassinos conquistados até o momento. Do outro lado, o imperador brandia sua lança e escudo, munido de sua grande e larga armadura que estava manchada de sangue de Dahakins, junto com seus últimos 12 soldados.

Em uma breve conversa, os senhores explicaram que foram exilados de Elysium por conta de "uma entidade maior" e que acabaram perdendo seu lugar, não podendo competir com a mesma em questão de fúria e sede de sangue, migrando então para Avalon que não era longe de Elysium.

Jurando vingaça contra aqueles que haviam partido, o imperador e seus 12 cavaleiros partiram contra os senhores, que, impiedosamente matavam os fiéis guerreiros um por um. Embora estivesse quase sozinho, o imperador foi subestimado por seus inimigos e rapidamente conseguiu atacar os quatro ao mesmo tempo em diversos golpes que o igualavam em questão de força para os quatro  Surpresos e interessados, os quatro iniciaram um longo combate contra o imperador solitário que brandia sua lança enquanto a manhã se aproximava.

Fallen Avalon
Embora fosse forte, o imperador não foi capaz de eliminar os quatro senhores da escuridão e fora portanto, mortalmente ferido com o atravessar de uma lâmina negra em seu coração, que rapidamente espalhava a corrupção dos Dahakins em seu corpo. Num ato heróico, entretanto, o imperador arremessou sua lança contra o céu, abrindo uma enorme fenda nas nuvens e permitindo que os raios de sol atingissem o campo de batalha, e consequentemente, os senhores das sombras. 

Rapidamente, 95% dos Dahakins foram eliminados com a presença da luz, sendo exterminados como uma sombra em um quarto claro. Os senhores, entretanto, resistiram por alguns segundos e se transformaram em largas estátuas de gárgulas em diferentes posições, ficando assim, banidos em sua existência.

O círculo da destruiçãoEdit

Circle of Destruction
Assustados, os Dahakins fugiram para sempre e até os dias atuais se escondem nos confins de Avalon, que após esse dia passou a se chamar Grey Avalon e teve a família imperial fragmentada para todo o sempre, além de ter seu castelo e cidade principal abandonados...tornando-se locais fantasmagóricos e amaldiçoados.

As lendas dizem que até hoje as estátuas dos gárgulas se encontram na frente do castelo imperial onde a lança do imperador está cravada no chão logo em frente à elas, fazendo com que aquele círculo fique eterna e magicamente iluminados por uma forte luz solar constante, mesmo quando é noite em todo a terra.

Desde então, Grey Avalon se levantou das sombras, carregando um passado acinzentado de destruição e morte que abalou toda a região pra sempre, marcando o início de uma nova era. Embora nem toda mudança venha para o mal, eventualmente Grey Avalon encontrou seu caminho para se reerguer.


Mas...como uma memória ruim, alguns fragmentos desse passado ainda podem ser encontrados nesse "novo corpo".

Gates to the Forbidden City

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.